Mesmo com a pandemia, cartórios de MS abriram 1,4 mil novas vagas de emprego em 2021

Número corresponde 5% a mais do que empregos otimizados no ano anterior
| 15/02/2022
- 15:50
Taxas cartorárias de MS seguem sem previsão de redução
(Foto: Divulgação/Arquivo Midiamax)

A Anoreg-MS (Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso do Sul) comemorou, nesta terça-feira (15), o aumento de novos de empregos em cartórios do Estado. Segundo dados do (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), em 2021 foram formalizados cerca de 1,4 mil oportunidades de trabalho, o que corresponde 5% a mais comparado ao ano anterior.

As unidades permaneceram abertas mesmo durante a pandemia, e ampliou opções de atendimento com migração de 93% dos seus serviços para o meio eletrônico. Em 2020, foram 1.378 empregos de carteira assinada. Nos últimos seis anos foram 9.659 empregos diretos e indiretos.

 “Os Cartórios são considerados serviços essenciais e não deixaram de trabalhar em momento algum, mesmo nas fases mais críticas da pandemia da Covid-19. Nesse período, as serventias se aprimoraram e aumentaram os números de atos feitos de forma eletrônica, o que certamente refletiu nesse aumento do quadro de funcionários”, explica o presidente da Anoreg-MS, Leandro Corrêa.

Como trabalhar na área o contrário do cargo de titular de cartório, onde é exigida formação em Direito e aprovação em concurso público promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado, para se candidatar as vagas de escreventes e auxiliares os requisitos, que podem variar de unidade para unidade, são estar cursando ou possuir graduação em Direito para a primeira função, e ter o ensino médio concluído para a segunda função. Os salários variam conforme o Estado e o tipo de cartório e são definidos com base em pisos estaduais da categoria.

Cartórios são responsáveis por documentos essenciais: do nascimento ao óbito, da união estável ao casamento, da compra de uma casa ao registro de uma empresa, do testamento ao reconhecimento de paternidade, da recuperação de dívidas à fiscalização de arrecadação tributária para União, Estados e municípios.

No Estado, 174 cartórios distribuídos nos municípios do MS empregam 12 mil pessoas, de acordo com a associação. Sendo cinto de especialidades: Registro Civil das Pessoas Naturais, Registro de Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas, Tabelionato de Notas, Tabelionato de Protesto e Registro de Imóveis. As principais funções relacionadas aos Cartórios extrajudiciais são a garantia de fé pública, autenticidade, publicidade, segurança e eficácia a todos os atos jurídicos pessoais, patrimoniais e negociais da população brasileira, contribuindo para prevenir litígios e desburocratizar os serviços ao cidadão.

Veja também

Em parceria com a Funsat, seleção acontece nesta segunda-feira (27)

Últimas notícias