A Cufa (Central Única das Favelas) realiza ação para celebrar o Dia da Favela, em Campo Grande. Para isso, estão sendo disponibilizadas diversas atividades culturais ao longo deste sábado (4), na Associação de Moradores do bairro São Conrado.

O local recebeu cerca de 30 crianças na parte da manhã, com de grafite. De acordo com a presidente da Cufa em Campo Grande, Letícia Polidório, todo ano ações do tipo são realizadas, mas dessa vez possui um fator especial.

“Dia 4 de novembro tem uma grande relevância para nós aqui em Campo Grande, onde já foi dito que não havia favelas. Termos essa lei, do Dia da Favela, é muito importante”, ressaltou.

Dia das Favelas Cufa
Letícia Polidório preside a Cufa de Campo Grande. (Marcos Ermínio, Midiamax)

As oficinas continuam no período da tarde. Quem comparecer ao local, poderá participar de aulas de breaking e capoeira.

Aline Queiroz é professora da que ganhou o mundo com movimentos livres e sincronizados e afirma que a ação traz uma experiência única para as crianças e professor.

“É uma oportunidade de compartilhar e trocar essa vivência da arte com as crianças, que são muito verdadeiras. Flui uma conexão quando a gente fala de arte, principalmente em relação ao breaking, porque chama atenção das crianças”, comentou.

Para Thais Maia, professora de artes, ações como essa são capazes de transformar a vida de uma . “Às vezes uma aula que a gente dá aqui transforma a vida de uma criança e ela leva isso para sempre”.

Dia das Favelas Cufa
Celebração começou com oficina de grafite. (Marcos Ermínio, Midiamax)

Saiba Mais