O arquiteto e urbanista Celso Costa, morreu aos 82 anos, nesta sexta-feira (15). Celso Costa foi um dos idealizadores da Santa Casa de Campo Grande e do Hospital Regional, além de bairros como Moreninhas, Aero Rancho e Cophasul. O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul emitiu uma nota de pesar.

Também atuou na criação do primeiro curso de arquitetura e urbanismo do Estado, no Centro de Ensino Superior de Campo Grande (atual Uniderp) e foi conselheiro federal do CAU em duas gestões (2012-2014/2015-2017). De acordo com a família, o arquiteto teve um quadro de pneumonia e faleceu de insuficiência respiratória.

Leia a nota do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul:

Com profundo pesar, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul informa o falecimento do arquiteto e urbanista Celso Costa, aos 82 anos, em Campo Grande, nesta sexta-feira (15).

O arquiteto campo-grandense se formou em 1967 pela Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil atual UFRJ, de onde se tornou conselheiro de minerva. Foi pioneiro na atuação em habitação popular e projetos hospitalares. Foi um dos autores do projeto arquitetônico da Santa Casa de Campo Grande e do Hospital Regional, além de bairros como Moreninhas, Aero Rancho e Cophasul.

Atuou pela criação do primeiro curso de arquitetura e urbanismo do Estado, no Centro de Ensino Superior de Campo Grande (atual Uniderp). Foi conselheiro federal do CAU em duas gestões (2012-2014/2015-2017). Realizou inúmeros projetos e obras de edifícios, casas e hospitais. “Nós projetamos ruas, casas, escolas, comércio e hospitais. Nós fazemos as cidades”, disse em sua participação no projeto Memórias CAU, em 2020.