Carlos Alberto Romero de 45 anos, presidente do bairro Vila Fernanda, procurou a reportagem após, um motorista de uma caminhonete usar um espaço público na Rua Francisco Antônio de Souza com a Guaviral, usado como praça pelos moradores para fazer ‘zerinho’.

Nas imagens gravadas pelo homem, mostra o condutor fazendo a manobra em alta velocidade e levantando muita poeira no local. Segundo Carlos, a área é usada para projetos de recreação e atividade física.

“A gente conquistou esse lugar há pouco tempo com a prefeitura e falta muita coisa para ficar pronto, se tornar uma praça. Mas tem campo de futebol, iluminação, academia ao ar livre, lá tem um projeto que atende crianças. Tinha crianças brincando e moradores sentados lá, já pensou se perde a direção e acerta alguém?”, questiona.

Ele conta ainda que o homem quase bateu em um muro e chegou a ameaçar uma idosa. “Todo mundo ficou gritando, ele foi pra cima de uma senhora e ameaçou atropelar, isso preocupa e entristece a gente”, enfatizou.

O morador diz ter acionado a GCM (Guarda Civil Metropolitana), mas não conseguiu retorno. Ao Midiamax, a Guarda afirmou ter recebido a denúncia, mas ao passar pelo local não encontrou o condutor.

“Nossa equipe esteve hoje em patrulhamento nesta região, mas eventualmente, fazemos policiamento em lugares de maior movimento. Recebemos a denúncia e deslocamos a equipe, mas não o encontramos”, disse a Guarda.

A corporação orienta que os moradores acionem o 153 e registrem um boletim de ocorrência anexando a placa, imagem e vídeo do ocorrido.

Sabe de algo que o público precisa saber? Fala pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

E você pode ficar tranquilo, porque nós garantimos total sigilo da fonte, conforme a Constituição Brasileira.

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.