Trabalhadores do frigorífico da JBS, no bairro Nova Campo Grande, denunciaram trabalho fora das condições ideais “há dias” por falta de refrigeração em várias salas da empresa. As temperaturas chegam a 40ºC no interior do frigorífico.

A denúncia foi encaminhada para o STICG (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande), que já pediu o rapto dos equipamentos. “Isso é desumano. O conserto já deveria ter sido feito”, disse o presidente do sindicato, Vilson Gregório.

Segundo ele, o problema ocorre nos setores de abates, triparia e miúdos e o sindicato teme que algum trabalhador sofra acidentes.

“Além de prejudicar a saúde dos trabalhadores, a carne e demais produtos desses setores também podem ter sua qualidade comprometida sem a temperatura refrigerada, ideal para sua manutenção”, traz nota do sindicato.

O que diz o frigorífico?

Em nota, a JBS informou que houve uma queda geral no fornecimento de energia na unidade pelo período de uma hora na manhã desta segunda-feira (20).

Ainda conforme o texto, a unidade parou as suas atividades, mas elas foram retomadas após o restabelecimento da energia e do sistema de refrigeração.