Terra da erva-mate, na fronteira do Brasil com o Paraguai, a promissora Paranhos se desvinculava de há 35 anos. Em seu 35º aniversário, nesta quinta-feira (17), a cidade fronteiriça está com festividades para a população.

De um campo entre duas vertentes formadoras de dois pequenos rios, surgiu . A história da cidade começou com grandes depósitos de erva-mate – planta nativa da região, que era explorada pelos índios e paraguaios.

Porém, foi só a partir de 1910, que o vilarejo passou a receber de vários estados do país, com o surgimento da empresa Mate Laranjeira – que trouxe o progresso para a região.

fronteira
Fronteira Brasil-Paraguai, em Paraguai (Foto: Divulgação)

Barão do Rio Branco

No início da década de 40, quando se definiu a fronteira Brasil-Paraguai, a cidade passou a chamar-se Paranhos. O nome é em homenagem ao ilustre diplomata de fronteiras José Maria da Silva Paranhos, o Barão do Rio Branco.

Entretanto, foi somente em 1958 que o distrito ganhou uma denominação oficial, sendo subordinado a Amambai, que fica distante 111 km da cidade aniversariante. Porém, Paranhos só vira município em 1987.

Hoje, com seus 1.307,092 km², o município do sudoeste de Mato Grosso do Sul abriga população de 14.576 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2021. No último Censo Demográfico, a população era de 12.350 habitantes.

vagas prefeitura de paranhos
Prefeitura de Paranhos (Foto: Divulgação)

Aniversário de Paranhos

Para comemorar o aniversário de Paranhos, a prefeitura preparou uma semana com com vários shows musicais de artistas sertanejos. Na quarta-feira (16), a dupla sertaneja Bruninho e Davi abriram o especial.

Nesta quinta-feira (17), dia do aniversário da cidade, os parabéns ficam a cargo da cantora Bruna Viola, às 22h. O ainda tem Loubet, na sexta (18), e Breno Reis e Marco Viola, no sábado (19), finalizando a programação.