Rua vira ‘lagoa’ e cadeirante fica preso dentro de casa quando chove em Campo Grande

O homem pede socorro e manutenção na rua que mora, localizada no Bairro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Capital
| 01/02/2022
- 20:23
Valdney Sampaio é cadeirante e tem dificuldades para transitar na rua de sua casa.
Valdney Sampaio é cadeirante e tem dificuldades para transitar na rua de sua casa. - Divulgação

A vida de Valdney Sampaio, de 41 anos, tem sido dura já que fica praticamente impossibilitado de sair de dentro da própria casa devido a precária situação da rua que mora, no Bairro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Grande.

Morador da Rua Graciana Maria do Rosário desde há 23 anos, Valdney conta que a situação da via está cada dia pior e agora quando chove ela praticamente vira uma lagoa. Por ser cadeirante, Sampaio explica que o ‘rio’ em frente ao seu imóvel dificulta quando ele precisa sair de casa.

[Colocar ALT]

“Quando não chove é a poeira e quando chove é muita lama. As poças d´água são enormes e é lama para todos os lados. Moro aqui no bairro desde o ano de 98 e só as vias principais têm asfalto. Antes faziam pelo menos uma manutenção da rua que eu moro, mas há muito tempo não aparecem e o problema só vai piorando”, lamentou.

Valdney conta que dependendo da quantidade que chove, a água invade as calçadas e até algumas residências.

“A água invade as casas, os carros atolam. Eu sou cadeirante e os alagamentos dificultam muito o meu dia-a-dia. Nada para limpo, as minhas mãos ficam imundas, pois preciso encostar nas rodas da cadeira. A residência também suja de barro. Para não atolar a minha cadeira eu preciso me virar. Está muito difícil, tenho até desanimo de sair de dentro de casa”, disse.

O entrou em contato com a para saber se existe a possibilidade de saber quando o problema do Valdney pode ser resolvido. Mesmo sem informar uma data certa, o Município disse a equipe de reportagem que a manutenção no Bairro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro está na programação de serviços da Sisep (Secretaria Municipal De Infraestrutura E Serviços Públicos).

Veja também

Bazar tem 6 mil itens entre roupas, calçados, acessórios, brinquedos, livros e itens de casa

Últimas notícias