Adeus, ano velho… Mas antes, confira fotos que marcaram 2022!

JANEIRO

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou no final do mês de janeiro, por unanimidade, a venda no Brasil de autotestes para detecção de covid-19. Os autotestes já eram usados em diversos países do mundo, mas precisavam de uma autorização da Anvisa para que pudessem ser comercializados no Brasil.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

FEVEREIRO

Famílias deitando em covas feitas pela prefeitura para evitar que elas fizessem barracos em terreno.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Palmeiras perde o Mundial para o Chelsea e torcedores não acreditavam que a derrota era real.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

MARÇO

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, com 33 tanques, sendo 23 internos e oito externos, finalmente aconteceu a inauguração do Aquário do Pantanal que leva o nome oficial de Bioparque Pantanal.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)
(Foto: Henrique Araraki/Jornal Midiamax)
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Mato Grosso do Sul registrou chuvas acima da média histórica em mais de 100% na maioria dos municípios no mês de março, com acumulados que variaram entre 120 e 240 milímetros, de acordo com Monitoramento Mensal das Secas divulgado pelo Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima).

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

ABRIL

Incêndio em um barracão de madeira, no dia 21 de abril, matou o cão do morador Antônio Ferreira de Oliveira, de 41 anos. Ele conseguiu escapar, já o cão ficou preso e morreu carbonizado. Sem saber para onde ir, o morador contou no dia que aquela era a segunda vez que acontecia, e que as chamas se propagaram rapidamente por conta do material de reciclagem que estava no quintal.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

O carnaval deste ano não pôde ser realizado no período tradicional, em fevereiro/março, por conta da alta incidência da Covid-19 e gripe H3N2, na época. Contudo, o adiamento não desanimou os integrantes das escolas de samba, que ansiosos e com a expectativa lá em cima fizeram o primeiro desfile após o período mais grave da pandemia.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Surpreendida duas vezes, mãe dá à luz a menina na viatura dos Bombeiros em Campo Grande. A mulher de 25 anos entrou em trabalho de parto dentro da viatura do Corpo de Bombeiros e nasceu uma menina, ao invés de um menino, como o esperado pela família.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Camila Nascimento, diretora-presidente do IMPCG, com a prefeita Adriane Lopes (Patriota), empossada como chefe do Executivo Municipal depois da renúncia do ex-prefeito, para disputa ao Governo de Mato Grosso do Sul.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

MAIO

No dia das mães, vendedores ambulantes se emocionaram no centro de Campo Grande. A data especial, comemorada no dia 8 de maio, trouxe ao vendedor Vitor Hugo Rodrigues, de 23 anos a comoção ao se lembrar de sua mãe. Ele pausa a entrevista e pede um minuto para se recompor do choro alegre, enquanto diz que não via a hora de acabar o expediente para encontrar sua mãe e homenageá-la.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Casal de araras preparando o ninho na avenida Julio de Castilho.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

JUNHO

Após dois anos suspensa por conta da pandemia, a montagem do tapete de Corpus Christi voltou a ser feita em Campo Grande e com público ‘renovado’. Isso porque muitas crianças que ainda não haviam participado da confecção da tradição católica, se juntaram aos adultos na missão de colorir as ruas do Centro.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

“Ela descansou”. É com esse pensamento que o filho de Delinha, João Paulo Pompeu, se consola após o falecimento de sua mãe. A Delinha, a “Dama do Rasqueado”, que faleceu aos 85 anos. Reverenciada e reconhecida, a artista era a Embaixadora da Cultura de MS e deixou sua marca em legado inestimável, presente na história dos sul-mato-grossenses.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Hélio Fagundes, de 66 anos, aguardava a chegada de Jair Bolsonaro (PL), e colocou um cartaz em frente ao seu comércio convidando o Presidente para ‘tomar garapa’, que ao encerrar agenda da entrega de apartamentos populares tomou da garapa.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Diante da expectativa pela visita do presidente Jair Bolsonaro, o vendedor ambulante José Barbosa, de 66 anos, mais conhecido na região como ‘seu Barbosa’ mudou a sua rotina. Instalado na Avenida Coronel Antonino, em Campo Grande, ele aproveitou para antecipar a venda de bandeiras do Brasil e bandeiras com estampas do ex-presidente.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Aos 75 anos, dona Fátima é a 1ª motorista do Brasil com o novo modelo da CNH, evento nacional de lançamento da nova CNH foi em Campo Grande.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

JULHO

Visita do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no Congresso sediado em Campo Grande, em julho, onde ele ressaltou a importância da enfermagem durante a pandemia de covid-19 e afirmou que a pasta devia destinar cerca de R$ 33 bilhões para que os Estados investissem em saúde, prioritariamente na saúde primeira.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

AGOSTO

No especial #CG123, a feira tradicional da Avenida Marinha no bairro Coophavila II, há 25 anos mantém os costumes de quem gosta de se reunir para comer comidas típicas, fazer a ‘feira’ dos vegetais ou encontrar algum conhecido. Os moradores detalham que o ponto era o preferido para paquerar, encontrar amigos e se divertir.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

“Não tenho mais forças”, foi o que disse uma idosa, de 74 anos, resgatada no dia 17 de agosto, em uma casa no bairro Celina Jalad, em Campo Grande. Vivendo em condições subumanas, a moradora foi encontrada em situação de abandono, sem água há meses e vivendo em residência tomada por fezes e urina. 

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

SETEMBRO

Mato Grosso do Sul já contabilizou mais de 1 milhão de pessoas, segundo balanço do Censo Demográfico 2022, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), de forma inédita, comunidades Quilombolas e Aldeias Indígenas responderam formulários do Censo 2022.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

O desfile em comemoração ao Dia da Independência, comemorado no dia 7 de setembro, tomou as ruas do Centro de Campo Grande, marcando o retorno dos eventos cívico militar de forma presencial, 15 mil assistiram ao evento.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Início dos testes de integridade em urnas para as eleições 2022.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

O 1º bloco do Debate Midiamax começou com todos os 8 candidatos ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul nas Eleições 2022 sendo sorteados a apresentação, com a retirada dos nomes ao vivo pelo mediador, o jornalista André Luiz Azevedo. Iniciado às 20h do dia 19 de setembro, o bloco também teve a apresentação de todos os candidatos. Cada um teve 1 minuto e 30 segundos para contar um pouco da sua trajetória.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Com a baixa umidade do ar chegando a 12% no Mato Grosso do Sul, a meteorologia enviou diversos alertas de temporal, incêndios florestais e principalmente de cuidados com a saúde, como a hidratação.

OUTUBRO

Eleição para presidente demonstra a polarização entre esquerda e direita nas ruas de Campo Grande.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Geração das mídias que carregaram as urnas eletrônicas para o 2º turno das Eleições Gerais, pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). O trabalho foi realizado no Depósito de Urnas do TRE-MS. Quatro equipes de 30 pessoas usaram pen drives e disquetes para colocar nome, número de candidatos e partidos que foram utilizados nas urnas eletrônicas.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Eleito governador por Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB) ganhou em 72 dos 79 municípios neste segundo turno. Capitão Contar (PRTB) ganhou em apenas 7 cidades, eleição foi definida em segundo turno.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

NOVEMBRO

Manifestantes inconformados com o resultado das eleições fazem protesto em frente ao CMO (Comando Militar do Oeste), na avenida Duque de Caxias, em Campo Grande. Com bandeiras do Brasil e cartazes, eles manifestam a frustração com a definição sobre o Governo Federal nas urnas.

(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Animação com os jogos da Copa do Mundo do Catar em bairros de Campo Grande.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Dezembro

Enquanto no centro os bares lotam de torcedores uniformizados para ver os jogos do Brasil na Copa em telões ou TVs de última geração, na periferia de Campo Grande o cenário é outro.

(Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax)

Manifestação dos professores pelo reajuste salarial já decretado em lei.

(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)