Renda da população 1% mais rica é 57,6 vezes maior que os 10% mais pobres em Mato Grosso do Sul

Se comparados à metade da população, é 17,9 vezes maior
| 10/06/2022
- 12:04
Renda da população 1% mais rica é 57,6 vezes maior que os 10% mais pobres em Mato Grosso do Sul

A renda média por mês do 1% da população com maiores rendimentos em corresponde a 57,6 vezes o rendimento dos 10% da população com os menores rendimentos, em 2021. Segundo a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), a renda mensal do 1% mais rico é de R$ 26.995,00, já os 10% mais pobres é de R$ 468,20.

Já na comparação com o valor médio recebido pelos 50% da população com os menores rendimentos (R$ 1.502,20), o valor recebido pelo 1% da população de MS com maiores rendimentos é 17,9 vezes superior.

Em âmbito nacional, de 2020 para 2021, apesar do aumento da população ocupada, a massa do rendimento mensal real de todos os trabalhos caiu 3,1%, indo de R$ 223,6 bilhões para R$ 216,7 bi, no período.

Menor rendimento médio de todas as fontes desde 2016

De 2016 (R$ 2.464,00) a 2021 (R$ 2.398,00), o rendimento médio real de todas as fontes teve redução de 2,7% em Mato Grosso do Sul. Se compararmos ao rendimento médio registrado em 2019 (R$ 2.663,00), a redução é ainda maior (queda de 9,9%).

O percentual de pessoas com algum rendimento no Estado, de qualquer tipo, na população do país também caiu: de 61% para 59,8%, retornando ao percentual de 2012, o menor da série. Houve redução em todas as regiões, principalmente no Norte. O Sul (64,8%) continua com a maior estimativa, como aconteceu em todos os anos da série histórica. As menores são nas regiões Norte (53,0%) e (56,3%).

Últimos 10 anos

O Rendimento de trabalho cresceu 2,7% em relação a 2012 em Mato Grosso do Sul, mas abaixo do patamar de 2020. Em 2021, apresentou o valor de R$ 2.547,00. Em relação a 2012, quando a estimativa era de R$ 2.479,00, o rendimento de todos trabalhos de 2021 representou crescimento real de 2,7%. Na contramão, quando comparamos a 2020, que apresentou rendimento de R$ 2.684,00, a estimativa de 2021 representa uma desaceleração de 5,1%

Veja também

Testemunhas disseram que teriam sido três aviões envolvidos; FAB apura informações

Últimas notícias