Proprietário de imóvel é autuado em R$ 25 mil por degradação de matas ciliares em cidade do MS

A PMA constatou que o acesso dos gados da propriedade às matas ciliares do rio Verde causava danos diretos ao curso d'água
| 25/02/2022
- 20:40
As matas ciliares do manancial praticamente não existem mais na extensão do imóvel.
As matas ciliares do manancial praticamente não existem mais na extensão do imóvel. - Divulgação/PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Jardim autuou infrator em R$ 25 mil por degradação de mata ciliares do rio Verde, nesta sexta-feira (25).

A equipe de policiais realizavam a fiscalização no rio Verde quando encontraram à margem do rio, em uma propriedade no município de Jardim, a 17 km da cidade, erosões e outras degradações ambientais em áreas protegidas de preservação permanente.

A PMA observou que os gados criados na propriedade possuiam acesso às matas ciliares do rio Verde, o que causava danos diretos ao curso d'água. 

Dessa forma, as matas ciliares do manancial praticamente não existiam na extensão do imóvel. Além disso, a propriedade estava tomada por processos erosivos, que chegavam a nove metros de profundidade.

Confira imagens:

img 20220225 wa0024 - Proprietário de imóvel é autuado em R$ 25 mil por degradação de matas ciliares em cidade do MS

img 20220225 wa0025 - Proprietário de imóvel é autuado em R$ 25 mil por degradação de matas ciliares em cidade do MS

Todas as atividades foram paralisadas. Pela infração administrativa, o proprietário do imóvel recebeu multa de R$ 25 mil e responderá por crime ambiental. O infrator também foi notificado a apresentar um PRADA (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada).

Veja também

Corpo de Bombeiros foi acionado para um incêndio de grandes proporções em vegetação de um...

Últimas notícias