Na expectativa pela aprovação, candidatos realizam primeira fase da prova da OAB-MS em Campo Grande

"É a conclusão de um ciclo de 5 anos que só se encerra com a aprovação da OAB", diz candidato do exame
| 20/02/2022
- 16:03
Em Campo Grande a prova está sendo aplicada na UCDB.
Em Campo Grande a prova está sendo aplicada na UCDB. - (Foto: Ranziel de Oliveira/Midiamax)

Acontece na manhã deste domingo (20) a primeira fase do XXXIV Exame de Ordem Unificado da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul). Formados e acadêmicos em curso de Direito realizaram a prova objetiva em vários locais de Campo Grande, Corumbá, Dourados e em Lagoas.

 Na UCBD (Universidade Católica Dom Bosco), alunos contaram ao Jornal Midiamax sobre a expectativa de exame de define a carreira de trabalhadores da área. Karen Gomes do Nascimento, de 23 anos, é assistente jurídica e veio de Coxim. Se formou em 2021 e está tentando a aprovação pela segunda vez.

Ela se dedicou aos estudos para passar na prova durante três meses. “Não é a realização de um sonho, mas a oportunidade de conseguir coisas melhores. Quando a gente passa na OAB consegue receber mais. Estou ansiosa, mas agorinha passa”, disse.

Iago Rodrigues, de 21 anos, é escrevente e também veio do interior para fazer o exame. Se formou em 2021 e está fazendo a prova pela quarta vez. “É a conclusão de um ciclo de 5 anos que só se encerra com a aprovação da OAB, para seguir ou não na área, é uma questão de honra ser aprovado. Estudei nos últimos 60 dias, estou tranquilo, estudei mais que as outras, acho que agora vai”, disse.

[Colocar ALT]
Marinalva e Adriano, mãe e filho, realizam a prova pela terceira vez. (Foto: Ranziel Oliveira)

Pela terceira vez, a mãe e filho Marinalva Pereira Barbosa, de 61 anos, e Adriano Pereira Barbosa, de 36 anos, um servidor público, tentam a aprovação. “Quero ter o registro. Fiz pós em direito penal, oriento muitas pessoas na área do direito. Quer ter OAB para ajudar mais no que eu faço. Existe muita injustiça na nossa legislação”, disse a jornalista.

Já Adriano conta que estudou por um período com a mãe na faculdade, portanto, caminham juntos para aprovação final. “Quis fazer direito porque é uma área ampla, com várias opções, é uma boa profissão”. “Ele pegou covid-19 no começo do ano, fizemos cursinho, mas focamos (estudo) nos final dessas duas últimas semanas”, completa a mãe.

No Estado, as provas estão sendo aplicadas na Escola Estadual Maria Leite, em Corumbá, Unigran da Grande Dourados e de Três Lagoas.

Biossegurança

Em razão da pandemia, serão adotados protocolos de biossegurança para evitar o contágio de Covid-19 entre os examinandos. Para ingresso no local das provas será exigido o uso de máscara cobrindo simultaneamente boca e nariz. Na entrada haverá aferição de temperatura e uso de álcool gel.

 

Veja também

Últimas notícias