Ministério da Saúde prorroga vacinação contra gripe em MS; em Campo Grande adesão é baixa

Apenas 27,73% dos grupos prioritários alvos da campanha se vacinaram contra gripe em Campo Grande
| 03/06/2022
- 08:31
Ministério da Saúde prorroga vacinação contra gripe em MS; em Campo Grande adesão é baixa
(Foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde prorrogou a campanha de vacinação contra gripe e sarampo até o próximo dia 24 de junho. A vacinação dos grupos prioritários terminaria nesta sexta-feira (3). Segundo o Ministério, a medida tem o objetivo de aumentar as coberturas vacinais para as duas doenças.

Em Campo Grande, a adesão é considerada baixa. Apenas 27,73% dos grupos prioritários alvos da campanha se vacinaram contra gripe. A vacina contra a gripe está disponível em todas as unidades de saúde das 7h30 às 11h e das 13h às 16h45 todos os dias.

Segundo a Sesau não há previsão para abrir a vacinação para o em geral até o dia 27 de junho, quando termina a campanha.

calendario gripe - Ministério da Saúde prorroga vacinação contra gripe em MS; em Campo Grande adesão é baixa
Grupos prioritários

Já a imunização contra o sarampo faz parte do Calendário Nacional de Vacinação e os imunizantes estão disponíveis durante todo o ano. A campanha de vacinação começou no dia 4 de abril.

Reforço da vacinação

Mais de 77 milhões de brasileiros estão nos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe. Até agora, a cobertura vacinal chegou a 44%. O Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação para evitar os casos graves da doença, principalmente durante os meses mais frios do ano.

Quem pode se vacinar contra gripe

• Idosos acima de 60 anos;
• Trabalhadores da saúde;
• Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
• Gestantes e puérperas;
• Povos indígenas;
• Professores;
• Pessoas com comorbidades;
• Pessoas com deficiência permanente;
• Forças de e salvamento e Forças Armadas;
• Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
• Trabalhadores portuários;
• Funcionários do sistema prisional;
• Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
• População privada de liberdade.

Público-alvo da campanha contra o sarampo

• Trabalhadores da saúde;
• Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Veja também

A prefeitura de Campo Grande recebeu pelo menos 10 denúncias de beneficiários tentando vender apartamentos populares

Últimas notícias