Inmet faz alerta de umidade relativa do ar entre 20 e 30% em Mato Grosso do Sul

Nas últimas 24 horas, municípios registram variação de 15% na umidade do ar
| 23/05/2022
- 10:30
Umidade do Ar - Tempo
(Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu um novo alerta para baixa umidade relativa do ar em municípios de Mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira (23). O aviso é de variação de 20 a 30% na umidade do ar, abaixo do considerado ideal à saúde, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Conforme o aviso, de início ao 12h e término às 17h30 de hoje, o risco é baixo para incêndios florestais e à saúde, entretanto, a recomendação é beber bastante líquido, evitar desgaste físico nas horas mais secas e evitar ao sol nas horas mais quentes do dia. Em casos de emergência ou mais informações, os moradores podem entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199 ou no 193.

As cidades em alerta são: Água Clara, Alcinópolis, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Brasilândia, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Jaraguari, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Inmet alerta de baixa umidade do ar

Menores umidades do ar do Brasil

Ainda nas últimas 24 horas, municípios do Estado registraram baixa umidade relativa do ar. Segundo o monitoramento do Inmet, as cidades tiveram variação de 15 a 17%, sendo uma das menores do Brasil.

O Estado vizinho, Mato Grosso, teve oito no ranking de menor umidade, seguido de Goiás. Do Estado, Coxim, Sonora e Costa Rica ficaram em alerta. O município de Itatiaia registrou umidade relativa do ar de 10%.

Veja também

MPF propôs um acordo entre indígenas e fazendeiros, mas não teve sucesso

Últimas notícias