Após fechar 10 lojas em MS, rede diz que fará pagamentos de funcionários e entregas

Empresa tem lojas em outros estados e justificou baixo lucro para deixar MS
| 12/07/2022
- 11:16
eletrosom funcionários demitidos
Rede de lojas deixou de operar em MS (Foto: Divulgação, Eletrosom)

Após 3 anos de atuação em Mato grosso do Sul, a Eletrosom confirmou que que vai deixar o Estado e que já encerrou as atividades nas 10 lojas que mantinha em sete municípios. Antes da saída oficial, os diretores da marca garantem que farão entregas, trocas e montagens de produtos já vendidos e o repasse do acerto trabalhista para aproximadamente 80 funcionários demitidos sem aviso prévio.

 “Vamos garantir o direito de todos os funcionários. Também já existe uma logística para atender entregas, montagens e garantias do clientes. Podem ficar despreocupados”, explicou o gerente regional Leonaldo Antônio.

Na manhã desta terça-feira (12), Leonaldo e o gerente jurídico da empresa participaram de reunião no sindicato dos comerciários para definir como será feito o pagamento dos trabalhadores, surpreendidos na sexta-feira (8) com as demissões sem aviso prévio.

Por conta do aumento repentino das ligações de pessoas em busca de informações, a empresa afirma ter tido dificuldade no contato com os clientes, no entanto, diz que os compromissos com os compradores serão cumpridos.

Na avaliação do gerente regional, manter as lojas abertas tonou-se insustentável em razão do atual momento econômico do País. Para ele, o mercado sul-mato-grossense não correspondeu às expectativas da marca. “Fechar foi uma decisão difícil, mas a empresa precisa ter lucro e se esse retorno não vem, a conta não fecha”, pontuou

Nos últimos oito meses, a Eletrosom afirma ter investido altos valores em propaganda e condições para clientes, como redução de juros, aumento no prazo para pagamento e descontos. Manobras que não foram suficientes “Chegamos até a colocar lucro d euma loja em outra, mesmo assim, era algo inviável porque os índices de estavam muito altos”, completou.

Além de três lojas em Campo Grande, a Eletrosom estava em Três Lagoas, Costa Rica, Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Chapadão do Sul e Cassilância. A empresa não informou quanto terá de gastar com o acerto dos trabalhadores e mostrou interesse em voltar ao Estado caso a situação econômica melhore.

Fechamento surpreendeu funcionários

Na segunda-feira (11) as empresas amanheceram fechadas e com o seguinte comunicado na porta: “Informamos a todos que estamos encerrando nossas atividades nesta cidade. Agradecemos pela parceria e confiança durante todos esses anos.

Carnês de compras poderão ser pagos através de casas lotéricas ou rede bancária. Dúvidas e reclamações, gentileza entrar em contato nos telefones: Refrente a vício de produto 08002852112. Refrente a Boleto 08002831121 ou pelo whastsapp (63)984544341. Segunda à Sextga de 8h às 18h, aos sábados das 8h às 12h”.

261cff4d 0be7 4f84 901c a05539f3ae60 - Após fechar 10 lojas em MS, rede diz que fará pagamentos de funcionários e entregas
Sindicato dos comerciários vai intermediar pagamento dos ex-funcionários. (Foto: Marcos Ermínio)

Veja também

Os aeroportos de Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã vão a leilão nesta semana

Últimas notícias