O município de recebeu a visita técnica de representantes do e LabTrans (Laboratório de Transporte e Logística da Universidade Federal de Santa Catarina) na manhã desta quarta-feira (31), para elaborar um diagnóstico da atual situação da infraestrutura para a construção de uma Rampa Náutica na Prainha do Porto Geral. A proposta tem o objetivo de desenvolver o turismo náutico de recreio e esporte, e Corumbá é uma das cinco cidades brasileiras que receberão o projeto do Ministério do Turismo.

Coordenador geral de ativos de domínio público do Ministério do Turismo, Rafael Morgado, explicou a ação e a escolha de Corumbá para esse projeto-modelo. “A Universidade Federal de Santa Catarina tem desenvolvido anteprojetos de engenharia para viabilizar o acesso de embarcações à água. Foi feito um prévio diagnóstico da situação do déficit nacional de infraestrutura de apoio ao turismo náutico. Mapearam todo o Brasil e elencaram quais os destinos mais importantes, mais relevantes em termos de turismo náutico e Corumbá figura entre eles”, explicou

“O Ministério do Turismo tem trabalhado em oferecer às prefeituras esse anteprojeto que também vai servir para outras prefeituras como o projeto modelo e que futuramente possam replicar. Aqui, é um projeto-piloto de engenharia para uma rampa náutica, que normalmente é uma estrutura de concreto, em que o carro tem a segurança para entrar e sair com a carretinha e colocar a embarcação dentro da água”, completou Rafael.

“Essa rampa náutica vai servir para embarque, desembarque de forma segura e prática para pequenas embarcações, que é necessário aqui na Prainha. também vamos organizar o estacionamento e porque não, a área de banhistas. A Capitania dos Portos e Bombeiros sinalizam positivamente em nos ajudar”, disse a diretora-presidente da Fundação de Turismo do (Fundtur Pantanal), Elisângela Sienna.

“Com a rampa, o turismo de Corumbá ganha mais um equipamento importante, numa localidade muito utilizada pelas pequenas embarcações, moradores e turistas que visitam Corumbá e eventos realizados no local”, completou ao lembrar que a Prefeitura, por meio da Fundtur Pantanal, trabalha nas tratativas do projeto desde 2020.

Representando o prefeito Marcelo Iunes, o chefe de gabinete da Prefeitura, Élbio Mendonça, acompanhou a visita técnica das equipes do Ministério do Turismo e LabTrans. “Corumbá é uma cidade essencialmente turística, principalmente do turismo de pesca e contemplativo e precisa de ações e projetos que venham atender, com equipamentos apropriados, esse setor. A construção dessa rampa vai dar um salto de qualidade no atendimento do turismo aqui no Porto Geral. O prefeito Marcelo Iunes está em fase de contratação, junto a Caixa Econômica, de um projeto que vai requalificar toda essa orla portuária”, finalizou.

Além de Corumbá, as outras quatro cidades brasileiras que receberão do Ministério do Turismo projetos de infraestrutura náutica para a construção de rampas, píeres e marinas são: (RN), Fernando de Noronha (PE) Santarém (PA) e Peruíbe (SP).

A Capitania Fluvial do Pantanal acompanhou a visita técnica representando o Comando do 6º Distrito Naval. Também participaram da vistoria representantes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, da Fundação do Meio Ambiente do Pantanal e o presidente da Câmara Municipal, Roberto Façanha.