Com 5G avançando no Brasil, Mato Grosso do Sul tem 7 cidades que não sabem o que é 4G

Previsão é que o 5G chegue em MS no mês de setembro
| 12/07/2022
- 07:12
Com 5G avançando no Brasil, Mato Grosso do Sul tem 7 cidades que não sabem o que é 4G

A tecnologia 5G já chegou ao e promete revolucionar o acesso à internet, não apenas na questão da rapidez, mas no alcance. Em , no entanto, a tecnologia só deve chegar em setembro, mesmo com símbolo aparecendo em alguns celulares.

Enquanto a 5G não chega de fato, os sul-mato-grossenses têm que se contentar com a 4G, mas em alguns lugares, nem isso. Segundo informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), sete municípios de Mato Grosso do Sul não têm cobertura 4G. São eles: Caracol, Chapadão do Sul, Corguinho, Figueirão, Japorã, Porto Murtinho e Rochedo.

Além disso, o Estado também tem outras 75 localidades ou distritos não sede de municípios, que hoje não têm 4G, e receberão cobertura da tecnologia. Mais de 30 mil pessoas moram nessas 75 localidades, como as de Juscelândia, em Rio Verde do Mato Grosso, e Povoado de São Francisco, em Rio Negro.

"O 4G é uma tecnologia que já permite funcionalidades como acesso a vídeos de streaming e redes sociais, videconferências e outros tantos serviços que viabilizam o teletrabalho, a aula online para as crianças e promovem mais inclusão digital para redução da desigualdade social", diz  Luciano Stutz, presidente da Associação Brasileira de Infraestrutura para as Telecomunicações  (Abrintel).

Tecnologia 5G em Campo Grande

Em nota, a Anatel explicou que o prazo para liberação da faixa que permite a ativação do 5G era 30 de junho de 2022. O prazo para o cumprimento das primeiras obrigações das operadoras vencedoras da licitação para a ativação de Estações Rádio Base (ERBs) era 31 de julho de 2022 – sendo uma ERB para cada 100 mil habitantes nas capitais. Com o prazo adicional, essas datas passam a ser 29 de agosto e 29 de setembro deste ano, respectivamente.

Também estão previstos investimentos para ampliar a rede 4G em localidades, municípios e rodovias que ainda não contam com essa cobertura.

No Centro-Oeste, seis operadoras arremataram faixas e fornecerão os serviços de internet móvel. Além da Claro, Vivo e Tim, estreiam na região a Winity II, a Brisanet e a Algar Telecom. Uma das empresas que chegou a arrematar lote para fornecimento 5G em MS, desistiu do serviço.

A Anatel ainda divulgou que as próximas capitais a receberem o sinal são: São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa. Mas ainda não há data definida.

Segundo a Anatel, o serviço estará disponível em 80% de Brasília principalmente no Plano Piloto. A tecnologia vai funcionar apenas em celulares mais recentes, de empresas como Apple, Samsung, Xiaomi, Motorola, entre outras. Ao todo, 67 celulares que suportam o 5G foram homologados pela agência.

A tecnologia de quinta geração móvel chegará a todas as 467 cidades do Centro-Oeste. Conforme o edital, os municípios com mais de 500 mil habitantes serão atendidos até o início de 2023 e, de forma gradual, a cobertura se estenderá aos demais. Os compromissos preveem ainda a cobertura 5G em 57 localidades (que não são sede municipais) da região. Em todo o país, serão 5.570 municípios atendidos e mais 1,7 mil localidades.

Veja também

Vagas estão divididas entre turmas iniciantes e em andamento

Últimas notícias