Atrasos e esperança por cargo público marcam dia de prova para analista de judiciário do TJMS

Concurso público têm 250 vagas com remuneração que chega a R$ 7 mil
| 05/06/2022
- 13:33
analista tjms
Portões fecharam ao 12h30. (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

Acontece neste domingo (5) a prova objetiva do concurso público para a formação de cadastro de reserva e de carreira de analista judiciário com 250 vagas do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Nos locais de prova, em Campo Grande, candidatos relatavam a esperança por estabilidade financeira em cargo público, além do atraso de candidatos que chegaram depois do fechamento dos portões.

Roberto Ornelas de 33 anos, já é servidor e costuma prestar provas para obter conhecimento. Ele chegou cerca de quatro minutos atrasado e encontrou os portões da Uniderp Matriz, na Avenida fechado. Embora a situação, ele disse que não ficou frustrado, pois não conseguir estudar o suficiente por ter cuidados das filhas doentes e por um problema na coluna.

Desacostumadas com o horário do Estado, duas moradores de Minas Gerais, que preferiram não se identificar, desembolsaram cerca de R$ mil reais, cada uma, para vir à Capital e tentar o concurso. Entretanto, reclamaram do período limite para entrar no local do exame. Os portões fecharam pontualmente ao 12h30. “Geralmente fecha 10 minutos antes da prova”.

Outra estudante, que também preferiu o anonimato, deixou o interior de Santa Catarina para a avaliação. Ela não conseguiu chegar a tempo, ficando para fora. Ela gastou cerca de R$ 3 mil, entre passagens e hospedagem. “Estudei bastante”, lamentou.

concurso público tjms
Candidato lamentar perder horário. (Foto: Henrique Arakaki/Mdiiamax)

Um candidato chegou a entrar, mas esqueceu os documentos pessoais. Seguiu até o carro para buscar, sendo alertado por uma fiscal de que faltava apenas dois minutos para o fechamento dos portões, tempo que não foi suficiente. “Eu estava lá dentro, fui pegar minha identidade”, disse.

Kleber Augusto Siqueira, 54 anos, é formado em contábeis e direito. Disse que se interessou pela vaga por estabilidade financeira. “Hoje o mercado de trabalho não dá tanta oportunidade para pessoas com mais de 50 anos. Estudei muito e estou pronto para entrar no TJ”.

Marina Castro, de 27 anos, é advogada e também almeja a vaga. Desde que se formou, há quatro anos, se dedica para concursos públicos. Mesmo ansiosa, acredita em um bom resultado na pontuação.

Pedro acompanhou a filha
Pedro enfrentou 14 horas de viagem para trazer a filha para o concurso

O apoio da família foi essencial para Yasmin Feline Pondo, de 22 anos. Junto com o pai, Pedro Castro Ponto, de 58 anos, vieram de Pato Branco, no Paraná, viajaram cerca de 14 horas e percorreram 400 km de estrada de carro até chegar em Campo Grande. Orgulho do desemprenho, o fiscal agropecuário disse que acredita no potencial da filha.

“Ela é formada, passou de primeira quando vez a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); Ela se preparou bastante, acredito nela e por isso estou aqui”.

Concurso Público do TJMS

O certame visa à formação de cadastro de reserva respeitando limite de 250 vagas para eventual provimento no Judiciário de MS. O salário é de R$ 6.808,22, mais R$ 1,3 mil de auxílio-alimentação, por 30 horas semanais.

Para o cargo é exigido em Direito. Conforme o edital, será respeitado o percentual mínimo de 5% das vagas para candidatos com deficiência, de 20% aos candidatos que se autodeclararem negros e 3% aos candidatos indígenas.

A prova vai das 13h às 17 horas, contando com 13.165 inscritos que estarão divididos nos seguintes locais, todos em Campo Grande: Universidade Católica Dom Bosco - UCDB (Avenida Tamandaré, 6000 - Jardim Seminário), Unigran Educacional (Rua Abrão Julio Rahe, 325 - Centro) e Uniderp (Rua Ceará, 333 - Antônio Vendas). Os portões serão fechados às 12h30 e recomenda-se o comparecimento dos candidatos 60 minutos antes do horário fixado para o fechamento do portão.

A prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por 60 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas e apenas uma resposta correta, sendo 15 de língua portuguesa, cinco de legislação específica e 40 de conhecimentos específicos.

Veja também

Com greve de motoristas descartada, ônibus devem circular normalmente nesta quinta

Últimas notícias