Arrendatário é multado por degradar mata ciliar com criação de gado em área protegida

Os animais eram criados em uma área de preservação permanente prejudicando mata ciliar e nascentes de um córrego
| 21/05/2022
- 10:41
Arrendatário é multado por degradar mata ciliar com criação de gado em área protegida
Foto: Divulgação/PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) multou arrendatário por degradação de mata ciliar em uma propriedade arrendada por um empresa de celulose no município de Água Clara, a 192 km de Campo Grande, na última sexta-feira (20). Os animais eram criados em uma área de preservação permanente prejudicando mata ciliar e nascentes de um córrego, sua retirada foi solicitada pelo dono da empresa, mas não foi atendida.

Em ação de fiscalização, as equipes de policiais militares ambientais e verificaram que cerca de 85 animais estavam pisoteando a área protegida, o que provoca processos erosivos de margens e ravinas, causando assoreamento do córrego devido ao carreamento de sedimento da área degradada.

O arrendatário, de 45 anos, é residente de Três Lagoas e foi notificado a remover o gado do local, bem como, multado em R$ 10 mil. O infrator também responderá por crime ambiental de degradação de área protegida por lei, cujo a é de um a três anos de detenção.

Vídeo: Reprodução/PMA

Veja também

Com greve de motoristas descartada, ônibus devem circular normalmente nesta quinta

Últimas notícias