SES-MS diz que dados da Fiocruz estão defasados, mas admite alta ocupação de leitos

Fiocruz apontou que MS tem maior taxa de ocupação de leitos do Brasil
| 04/02/2022
- 12:35
SES-MS diz que dados da Fiocruz estão defasados, mas admite alta ocupação de leitos
(Foto: Divulgação)

Após publicação da nota técnica da Fiocruz de que lidera o ranking dos estados com crescimento na taxa de ocupação de leitos, com 103%, a SES (Secretária de Estado de Saúde) afirmou que os dados da instituição podem estar defasados porque desde o aumento das notificações, MS está em processo de expansão de leitos. 

"Todo dia sai um mapa novo de leitos no Diário Oficial. Esta semana abrimos cinco leitos em Costa Rica, cinco em Aparecida do Taboado", disse a secretária-adjunta de Saúde, Crhistinne Maymone.

Ao todo, ainda segundo informação repassada pela adjunta, foram abertos mais de 60 leitos Covid em MS no último mês. Nesta manhã, segundo mapa de leitos publicado, MS tem 155 leitos de UTI Covid para adultos disponíveis e 540 leitos clínicos.

Nota da Fiocruz

Segundo a publicação, 13 estados apresentam aumento das taxas de ocupação e nove Unidades Federativas estão na zona de alerta crítico com indicador superior a 80%. Entre as 25 capitais com taxas divulgadas, 13 estão na zona de alerta crítico, nove estão na zona de alerta intermediário e oito estão fora da zona de alerta.

Para os pesquisadores do Observatório Covid-19, o comportamento das taxas de ocupação em estados e capitais parece apontar para a interiorização de casos de Covid-19 pela variante Ômicron. Algumas capitais já apresentam mais estabilidade ou mesmo queda nas suas taxas, enquanto as taxas dos estados crescem expressivamente.

Veja também

Nove indígenas foram para o hospital da região e outros não procuraram ajuda médica por medo

Últimas notícias