Pastor morre vítima do coronavírus em cidade de MS e esposa está em estado grave

O pastor Silvestre Aparecido da Silva, 61 anos, foi mais uma vítima do coronavírus em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. Ele morreu nesta quarta-feira (23) no Hospital Municipal da cidade, onde também está internada a esposa dele, pastora Rose, que está em estado grave. De acordo com as informações da Secretaria […]
| 24/09/2020
- 11:56
Pastor morre vítima do coronavírus em cidade de MS e esposa está em estado grave
Pastor não resistiu e morreu nesta quarta. Imagem: Divulgação - Pastor não resistiu e morreu nesta quarta. Imagem: Divulgação

O pastor Silvestre Aparecido da Silva, 61 anos, foi mais uma vítima do em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. Ele morreu nesta quarta-feira (23) no Hospital Municipal da cidade, onde também está internada a esposa dele, pastora Rose, que está em estado grave.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Saúde em Chapadão, Silvestre é a 11ª vítima fatal do coronavírus no município. Ele apresentou os sintomas no dia 17 de setembro e foi internado no dia 19, onde ficou em leito clínico até a última terça-feira, dia 22.

Por apresentar piora no quadro de saúde, Severo foi transferido para leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal, onde não resistiu e morreu no início da tarde de quarta. Ele tinha hipertensão arterial e grau II.

Silvestre era pastor e bastante conhecido na cidade de Chapadão do Sul. Casado com a pastora Rose, que também se encontra internada na UTI do Hospital Municipal de Chapadão do Sul, em estado grave.

Último boletim divulgado pela Saúde do município mostra 749 casos confirmados da doença. Destes, 654 já estão curados e 85 encontram-se em tratamento. Outras 60 pessoas aguardam resultados de exames do (Laboratório Central Mato Grosso do Sul). 1968 casos foram descartados.

Veja também

Migração de quadrilhas trouxe pressão de pecuaristas e produtores, originando o policiamento rural e a delegacia que, logo na inauguração, prendeu os 2 maiores grupos de atuação no Estado.

Últimas notícias