O médico boliviano Hugo Roberto Colombo Aguilera, que estava internado na Santa Casa de Corumbá com coronavírus, morreu neste domingo (26) no município. A morte será contabilizada para a Bolívia, pois onde morava.

Segundo informações do Diário Corumbaense, é o terceiro profissional da área da Saúde que morre no município. O médico atuava como clínico geral na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no bairro Guatós, desde a sua inauguração, mas vivia em Puerto Suárez, na Bolívia.

Hugo estava afastado de suas funções desde março, quando começou a pandemia, por pertencer ao grupo de risco.

O médico, além de atuar em Corumbá, também trabalhava no Hospital San Juan de Dios, em Puerto Suárez.  Ele ainda exerceu o cargo de gerente da Rede de Saúde da Província de German Busch, que hoje é ocupado pelo médico Edgar Hinojosa, que lamentou a morte do colega de profissão.

“É uma grande perda tanto para a Saúde da Bolívia quanto a de Corumbá. Já são três os profissionais da Saúde que perderam a vida para a covid-19 aqui nesta região, sendo dois médicos e um enfermeiro”, disse. Em Corumbá, a técnica de enfermagem, Rosimeire Ajala e o técnico em radiologia, Ivan Coelho, também morreram em consequência do coronavírus. 

As normas do Ministério da Saúde orientam que os casos positivos e os óbitos sejam contabilizados para o município de residência, independente da nacionalidade. Não foi informado se o médico sofria de alguma comorbidade.