Morar nos municípios com maior incidência de de Mato Grosso do Sul têm deixado muita gente preocupada com medidas simples que podem evitar a disseminação do vírus. Moradores de Bonito, , e cobram as autoridades locais para que decretos estabeleçam melhor de aglomerações, máscaras gratuitas para população carente e até mesmo lockdown.

Dos 79 municípios de MS, apenas 11 possuem leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis para enfrentamento do coronavírus. Segundo o último Mapa Hospitalar da SES (Secretaria de Estado de Saúde), apenas Três Lagoas possui UTI disponível para combate à pandemia, dos municípios com maior incidência do estado.

Ao contrário de outros estados brasileiros, que se preocupa com a falta e lotação das UTIs disponíveis, os moradores das cidades com alta incidência de coronavírus em MS se atentam para medidas de prevenção.

Guia Lopes da Laguna

Guia Lopes da Laguna tem a maior incidência de coronavírus de MS, com 990,4 de casos a cada 100 mil habitantes. O município possui 98 casos da doença, segundo o boletim da SES deste domingo (17).

Assustados com a disseminação rápida do vírus e poucas internações, os moradores da cidade cobram mais rigor no acompanhamento dos infectados pela doença. “Se vocês forem controlar os contaminados por via telefone, não vão controlar ninguém”, diz um dos cidadãos, em rede social oficial do prefeito da cidade.

Outro pedido dos lagunenses, é a presença de um infectologista e epidemiologista na Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus do município. “Contrate um epidemiologista pra coordenar esse combate ao ”, pede um morador.

Três Lagoas

Com a quarta maior incidência e 75 casos de coronavírus a cada 100 mil habitantes, Três Lagoas é a segunda cidade com maior número infectados de MS. Os 91 casos confirmados da doença, segundo o último boletim da SES, assustam os moradores da cidade, que usam a rede social oficial da prefeitura para denunciar aglomerações.

“Acabei de passar em uma avenida em que o barzinho tá lotado e tem até pessoas usando narguilé compartilhado”, denunciou uma cidadã.

Nas redes sociais da prefeitura, os três-lagoenses cobram a falta de fiscalização das aglomerações e a indisponibilidade do Disk Denúncias. “Tinha que ter um Disk Denúncias”, comenta uma das moradoras, que é informada por outra que o serviço existe, mas que “o número pra denunciar está desligado”.

Jardim

Com 20 casos de coronavírus, segundo dados da SES, Jardim é a terceira cidade com maior incidência de coronavírus do estado. São 76,6 casos de coronavírus para cada 100 mil habitantes. Separada por menos de 6 km de Guia Lopes da Laguna, a cidade controle de quem entra no território municipal.

Preocupados com a proximidade da cidade com maior incidência de casos de MS, moradores de Jardim pedem nas redes sociais da prefeitura a implantação de barreiras sanitárias. “Barreiras sanitárias que é bom mesmo, nada até agora”, comentou um morador.

Alguns jardinenses pedem até mesmo medidas drásticas de contenção do coronavírus, como por exemplo o lockdown, que é a proibição total de circulação na cidade, permitida apenas com regras estabelecidas pela gestão. “Lockdown para Jardim, vão esperar virar outra Guia Lopes?”, questiona uma moradora.

Bonito

Conhecida por seus atrativos turísticos, Bonito possui 14 casos de coronavírus e é o sexto município com maior incidência de infectados de MS. Na cidade existem 63,7 casos a cada 100 mil habitantes.

Na tentativa descontraída de conscientizar os cidadãos a usarem máscaras faciais, a prefeitura do município colocou máscaras em algumas esculturas da cidade. A tradicional Piraputanga, que fica na praça principal da cidade, recebeu o EPI (Equipamento de Proteção Individual).

No post da rede oficial da prefeitura, moradores cobraram a distribuição de máscaras para a população carente. “A prefeitura tem que doar máscara é pro povo as pirapitangas não precisam de máscara”, atenta um cidadão.