Com o maior número de casos confirmados por coronavírus no Mato Grosso do Sul, Campo Grande concentra 289 internações em leitos do Estado. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), 85% dos internados em UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS (Sistema Único de Saúde) na Capital são campo-grandenses.

Assim, existem 72 pacientes campo-grandenses internados nos leitos de UTIs públicos de Campo Grande. Outros 61 pacientes estão em leitos clínicos do SUS. E ainda na Capital, existem 69 internados em leitos clínicos privados e 61 em leitos de UTIs particulares. Todos estes são moradores da própria Capital.

Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o secretário de Saúde, Geraldo Resende, anunciou a nova tabela de dados do boletim epidemiológico de coronavírus do Estado. Nele, é possível verificar de quais cidades são os pacientes internados nos leitos da macrorregião de Campo Grande.

De acordo com o quadro, existem um paciente das cidades de: Aquidauana, Chapadão do Sul, Bela Vista, Coxim, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Pedro Gomes, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso e Sonora. Sidrolândia possui dois pacientes internados na Capital e Terenos possui três. De outros estados, Campo Grande abriga quatro internações em leitos.

Diante do quadro de ocupações das macrorregiões, o secretário informou que Campo Grande continua com maior concentração de pacientes. “O que demonstra crescimento de casos enormes da nossa Capital e municípios que fazem parte dessa macrorregião”, ressaltou. Por fim, Resende reforçou que “apesar da ampliação dos leitos de UTIs, nós temos essa taxa altíssima de ocupação”.