Cotidiano

Casos de coronavírus passam de 100 em 24h, mas Campo Grande tem bares e praças lotados

Justo quando casos de coronavírus atingem pico em Campo Grande, população lota e se aglomera em bares, quadras de esportes e conveniências.

Dândara Genelhú Publicado em 12/06/2020, às 07h43 - Atualizado às 19h32

Foto: Leitor Midiamax.
Foto: Leitor Midiamax. - Foto: Leitor Midiamax.

Mesmo com 126 novos casos de coronavírus em 24h, os campo-grandenses continuam baixando o índice de isolamento social e voltando a rotina normal. Lotados e com aglomeração, bar, quadra de esportes e conveniência foram flagrados na noite da última quinta-feira (11) em Campo Grande.

Ao Jornal Midiamax, leitores enviaram fotos dos locais que descumpriam as medidas de biossegurança para enfrentamento do coronavírus. Em bar, localizado na rua 15 de novembro, não havia controle de entrada dos clientes, causando aglomeração.

Neste estabelecimento, a leitora relatou que ao notar que haviam sido flagrados, algumas das pessoas no local ainda fizeram pose para foto e brincaram com a situação.

Ainda em locais conhecidos por sua agitação noturna, uma conveniência na avenida Afonso Pena foi vista com aglomerações até nas mesas, que não seguiam a orientação de distanciamento necessário.

Praça lotada, apesar da alta nos casos de coronavírus
Aglomeração na Praça das Araras.
Foto: Leitor Midiamax.

O espaço de deck da conveniência foi utilizado para apresentação de música ao vivo e apenas os garçons do local utilizavam máscaras.

Tanto no bar, quanto na conveniência, nenhum cliente utilizava máscaras de proteção individual, mesmo enquanto aguardavam os que não consumiam nada, afirmam os leitores.

Na mesma noite, leitores do Jornal Midiamax flagraram aglomeração em uma casa noturna de narguilé, localizada na avenida Fabio Zahran. O flagra foi realizado por redes socais de uma colega que participava do evento e acabou postando uma foto do local.

Esportes e aglomerações

Se antes praticar esportes em pleno feriado era ser saudável, hoje, em tempos de pandemia é algo imprudente. Na quadra de esportes da Praça das Araras um grupo de pessoas foi flagrado causando aglomerações ao jogar vôlei.

De acordo com a contagem a partir da imagem, eram mais de 13 pessoas em quadra e outras do lado de fora. Na Praça do Peixe aconteceu o mesmo, porém a partida era de futebol. O jogo acabou gerando aglomeração e foi flagrado por um leitor do Jornal Midiamax.

Casos de coronavírus em Campo Grande

Apesar de não ser mais a cidade com maior número de casos, Campo Grande se destaca pelo baixo índice de isolamento social e a ‘normalização’ do coronavírus.

Sempre entre as capitais com piores índices de isolamento social, na última segunda-feira (08) apenas 34,3% dos campo-grandenses respeitaram a medida de enfrentamento ao coronavírus.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), atualmente a melhor forma de evitar a disseminação do coronavírus e vencer a pandemia, é manter o isolamento social.

No entanto, na capital sul-mato-grossenses, além de não respeitarem a quarentena, muitos não usam máscaras de proteção individual. O uso do EPI (Equipamento de Proteção Individual) ainda não foi decretado na cidade, mas pode se tornar obrigatório em todo o país, conforme projeto de lei aprovado pelo Senado.

Refletindo os descuidos dos campo-grandenses, nas últimas 24 horas, Campo Grande registrou 126 novos casos de coronavírus. Este número é superior às 123 confirmações nos primeiros nove dias de junho, segundo dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Jornal Midiamax