Ventos descobrem barracos de moradores da Cidade de Deus na Capital

Casas foram alagadas e invadidas por escorpiões
| 04/05/2015
- 16:56
Ventos descobrem barracos de moradores da Cidade de Deus na Capital

Casas foram alagadas e invadidas por escorpiões

O tempo muda e com ele muitos problemas vêm à tona, principalmente para pessoas que moram em áreas de risco, ou locais de maior vulnerabilidade. Este é o caso de muitas famílias que residem debaixo de barracos na , na região sudoeste de Campo Grande.

De acordo com a moradora Ângela Lemos, de 45 anos,  com as rajadas de ventos e a chuva na noite desse domingo (3), algumas casas foram descobertas e alagadas. “Fiquei com medo porque o vento levou muita lona embora e encheu as casas de água, além disso, bichos como escorpiões e lacraias invadiram algumas casas. Isso preocupa principalmente por causa das crianças. Não dormimos direito. Ficamos preocupados”, declara.

Sueli Maria de Roas, de 58 anos, afirma os moradores não estavam preparados para a mudança de tempo. “Ontem à noite quando começou a ventania comecei a rezar. Fiquei com muito medo. Penso muito na minha filha que tem criança pequenas. Esse frio pegou todo mundo de surpresa. A chuva não é bem-vinda aqui”, destaca.

O morador Marco Mota da Silva, de 24 anos, que trabalha no aterro sanitário, diz que ficou preocupado com a situação da cunhada. “Não sei como o barraco dela não caiu com o vento. Tive de colocar madeira em cima para segurar. Algumas telhas voaram com a ventania. Tivemos de tirar o colchão do lugar porque a água entra e molha tudo e ainda tem o problema dos bichos. Ontem achei uma lacraia no banheiro”, relata.

Stefany Freitas, de 15 anos, diz que estava dormindo quando começou a ventania. “As lonas foram rasgadas com o vento. O frio pegou a gente de surpresa. Temos de deixar as crianças dentro de casa. Não dá nem para pensar em deixar eles saírem de casa”, observa.

Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a temperatura deve permanecer amena e os termômetros vão registrar mínima de 18ºC e máxima de 26ºC. A Previsão também mostra possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas com rajadas de ventos moderadas.

A Defesa Civil de Campo Grande orienta as pessoas que moram em área de risco ou de maior vulnerabilidade a se abrigar em locais mais seguros. Segundo as informações, até o momento, não houve ocorrências graves, apenas quedas de árvores, no entanto, a situação foi normalizada com apoio do Corpo de Bombeiros.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura para saber quais providências o Município vai adotar em relação às famílias que moram na comunidade Cidade de Deus, mas até o momento, não obteve resposta.

Veja também

Previsão indica intensa onda de frio com possibilidade de geada

Últimas notícias