Professores param e 300 mil alunos da rede estadual ficam sem aulas nesta quinta

Categoria protesta contra a alteração na escolha de diretores das escolas
| 12/05/2015
- 19:45
Professores param e 300 mil alunos da rede estadual ficam sem aulas nesta quinta

Categoria protesta contra a alteração na escolha de diretores das escolas

Na quinta-feira (14), 300 mil alunos da rede estadual de ensino ficam sem aula, com a paralisação da categoria em protesto a proposta enviada a Assembleia Legislativa que muda o processo de eleição dos diretores das escolas.

O projeto encaminhado pela Secretaria de Educação do Estado, a casa de leis prevê a alteração em pontos no sistema de votação da direção. Com a nova lei, as escolas integrais, indígenas e com alunos que possuem necessidades especiais, não haveria mais votação para eleger a direção.

Outro ponto questionado pela direção da (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) é de que alunos a partir dos 12 anos teriam direito ao voto, além do direito ao pleito ser estendido ao setor administrativo, e não só aos professores.

De acordo com o presidente da Fetems, Roberto Botareli, caso a proposta passe pela votação dos deputados medidas serão tomadas. “Vamos denunciar contra o processo democrático de votação”, explica Botareli.

Botareli ainda fala sobre a lei 4.464, que trata do reajuste salarial, com prazo para ser cumprida até a próxima sexta-feira (15), quando deve ser dado o reajuste de 10,98% a categoria. “Se o governo não cumprir, vamos avaliar a situação e podemos entrar em greve até que seja resolvido”, fala. Em todo o Estado são 25 mil educadores em educação, e 300 mil alunos.

 

Veja também

Os portões serão fechados, no período matutino, às 8h e no vespertino às 15h, horário de MS

Últimas notícias