Família de paciente aciona Defensoria Pública mas não consegue remoção

Aparelhos devem chegar nesta terça-feira na unidade de saúde
| 25/05/2015
- 15:53
Família de paciente aciona Defensoria Pública mas não consegue remoção

Aparelhos devem chegar nesta terça-feira na unidade de saúde

Um paciente identificado como, Nivaldo Fernandes, ainda continua ‘entubado’ e recebendo respiração manual feita por enfermeiros, desde sábado (23), na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitária.

Segundo informações de funcionários dois pacientes conseguiram remoção para o HU (Hospital Universitário), mas ainda quatro estão na unidade de saúde há pelo menos uma semana sem conseguir vagas nos hospitais de Campo Grande.

 Ainda de acordo com informações a unidade de saúde não tem nenhum respirador mecânico, já que os únicos dois aparelhos do local estão estragados e não voltaram do conserto há mais de seis meses. Outra questão levantada por funcionários da UPA, é a falta de vitaminas para serem colocadas no soro dos pacientes.

“O paciente corre risco de morte lá, além do cansaço físico e mental dos funcionários que precisam fazer o papel dos respiradores mecânicos”, fala uma funcionária que não quis se identificar.

A situação também é a mesma no CRS (Centro Regional de Saúde), do Nova Bahia, onde quatro pacientes esperam por remoção desde o domingo (24), e um paciente apresenta quadro de insuficiência respiratória e precisaria da utilização de um respirador mecânico, segundo funcionários da unidade de saúde que não quiseram se identificar.

Em contato com o secretário municipal de saúde, Jamal Salem, foi informado que os respiradores devem chegar nesta terça-feira a UPA do Universitário. “Tomamos todas as providências possíveis, mas o sistema burocrático atrapalha”, fala Salém.

O secretário ainda afirmou que uma licitação para compra de novos aparelhos está em andamento. “Já estamos com licitação aberta para a compra, mas por causa da burocracia a demora é de três a seis meses”, finaliza.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax tentou entrar em contato com o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não obtivemos resposta até o fechamento da matéria.

  

Veja também

Ao todo, são 442 vagas para o aprendizado de instrumentos variados e técnica vocal.

Últimas notícias