A mulher suspeita de cortar o rosto da de enfermagem Stefani Firmo durante uma viagem de ônibus na , em novembro do ano passado, foi presa em .

A suspeita, de 46 anos, foi localizada e presa em São Paulo no domingo (12). A mulher estava hospedada no bairro Canindé, na zona norte da capital, segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo.

Guardas civis metropolitanos foram informados que a procurada estaria hospedada no local. O caso foi registrado como captura de procurado pelo 8º Distrito Policial (Brás).

A mulher deve ser transferida para a Bahia. Segundo informações do UOL, a Polícia Civil da Bahia esclareceu que não tem conhecimento da prisão. “Na hipótese de o mandado ter sido cumprido por outra instituição fora do estado, será feita a comunicação formal em tempo oportuno”, disse em nota a corporação.

Stefani contou nas redes sociais que recebeu ontem a informação de que a suspeita estaria em São Paulo: “Ontem eu estava aplicando a prova do Enem. Momentos antes de reterem meu celular, um pouco antes de 12h, eu simplesmente recebi a informação de que houve uma denúncia anônima e, junto a isso, recebo simplesmente o endereço, o bairro onde ela foi vista”, conta.

“Eu surtei, porque faltavam poucos minutos para que eu ficasse incomunicável. E aí eu comecei a falar com todas as pessoas próximas, porque eu precisava que todo mundo denunciasse (…) Logo em seguida eu tive que ficar sem celular. (…) Tive que acalmar meu coração, passei a tarde aplicando o Enem, e quando eu saí recebi essa notícia”, acrescentou.

A jovem comemorou a prisão da suspeita e disse estar com o “coração transbordando de felicidade”: “A Justiça ainda não foi feita, ela está sendo feita. Estamos no processo e, graças a Deus, tudo está sendo encaminhado, e espero que se encaminhe melhor ainda”, disse, em vídeos publicados nas redes sociais.

Relembre o caso

A agressão ocorreu durante uma viagem de ônibus entre o e Salvador, na madrugada do dia 29 de novembro de 2022. O coletivo da companhia Expresso Guanabara passava pelo município de Conde, no litoral norte da Bahia, quando a jovem foi ferida.

O corte atingiu da orelha à base do lábio inferior de Stefani, a motivação do crime ainda não foi esclarecida. A suspeita deve responder por lesão corporal.

Vídeo flagrou momento

Imagens captadas pelas câmeras de segurança do ônibus flagraram o momento em que a suspeita se debruça sobre a poltrona da jovem e faz um movimento brusco em sua direção. Segundos depois, as câmeras mostram Stefani se levantando e se dirigindo à poltrona onde a amiga, Sara Tavares, constatou o ferimento.