Desde o início do mês de novembro, como parte da Operação Enem 2023, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realiza a escolta dos veículos que transportam as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os pontos de realização em todo o Brasil. Da gráfica aos estados, na distribuição entre os municípios até que cheguem aos locais de aplicação, a PRF trabalha para contribuir com a segurança do exame.

Na operação, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), além das escoltas, a Polícia Rodoviária Federal atua de forma integrada com o Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), Correios e demais órgãos de Segurança Pública (Polícia Federal, Secretarias Estaduais). A coordenação dessas atividades está baseada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICCN), localizado na Sede Nacional da PRF, em Brasília (DF).

Até o momento, a PRF realizou 41 escoltas de veículos que transportam os malotes com as provas. Aproximadamente 200 policiais rodoviários federais e 66 viaturas estão dedicados à Operação Enem 2023.

Visita do Ministro

Na tarde deste sábado (04/11), o Ministro da Educação, Camilo Santana, esteve no Centro Integrado para orientar as equipes e verificar o andamento das atividades. Acompanhado pelo Diretor-Geral da PRF, Fernando Oliveira, o chefe da pasta conheceu as instalações do CICCN e observou os sistemas de monitoramento das ações em todo o país.

O Exame Nacional do Ensino Médio será aplicado em todo o país nos dias 5 e 12 de novembro, para aproximadamente quatro milhões de participantes. O Enem é realizado anualmente pelo Inep, autarquia do Ministério da Educação, para avaliar o desempenho dos estudantes e colaborar para a autoavaliação, acesso à educação superior, a financiamentos e apoio estudantil, além do desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

*As informações são da Agência Gov