Os corpos das 14 pessoas, entre elas o piloto e co-piloto, vítimas da queda do avião no , foram levados nesse domingo (17) para o IML (Instituto Médico Legal) de , onde passaram por procedimento de reconhecimento e liberação para as famílias.

No sábado (16), o avião modelo bandeirante, prefixo PT-SOG, operado pela Manaus AeroTáxi, caiu quando tentava se aproximar do aeroporto de Barcelos, município localizado a 400 quilômetros da capital amazonense. Dos 14 mortos, 12 eram turistas que praticavam esportiva.

O governo do Amazonas informou que equipes da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros e de investigadores da FAB (Força Aérea Brasileira) deixaram Manaus na manhã de ontem. Eles embarcaram em dois voos para realizar a operação de resgate dos corpos, em Barcelos.

O acidente ocorreu durante o procedimento de pouso. Chovia muito na região no momento da queda da aeronave. Ainda não é possível determinar as causas do acidente. A investigação será conduzida pela FAB (Força Aérea Brasileira) e Polícia Civil.