Bolsonaro diz que lamenta morte de dois PRFs e de Genivaldo

Ele morreu asfixiado dentro de uma viatura da PRF na semana passada
| 30/05/2022
- 10:15
Bolsonaro diz que lamenta morte de dois PRFs e de Genivaldo
Foto: Divulgação

Em crise com a (PRF) por não conceder uma reestruturação das carreiras prometida à categoria, o presidente Jair Bolsonaro (PL) novamente evitou tomar um posicionamento firme em relação à morte violenta de Genivaldo Jesus Santos. Ele morreu asfixiado dentro de uma viatura da PRF na semana passada.

Bolsonaro foi questionado sobre o caso Genivaldo em coletiva de imprensa em após sobrevoar áreas atingidas por chuvas. Primeiramente, não respondeu e passou a palavra ao ministro da Justiça, Anderson Torres, que disse ser preciso aguardar as investigações.

Depois, tomou a palavra e comentou o assassinato de dois agentes da PRF, uma semana antes. "Lamento o ocorrido, há duas semanas, com dois policiais rodoviários federais", declarou.

Só depois o presidente disse lamentar "os dois episódios". "É tratamento isonômico, vai ser seguida a lei. A gente lamenta o ocorrido nos dois episódios, e vamos de acordo com órgão competente, o Ministério Público, a PRF. Não podemos generalizar", declarou Bolsonaro. "A Justiça vai decidir esse caso, sem pressão da mídia que tem o lado da bandidagem".

Veja também

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou nesta quarta-feira (29) o relatório final do projeto...

Últimas notícias