A Bahia foi alvo de fortes enxurradas no último fim de semana, deixando várias cidades em situação de calamidade. No domingo (12), o presidente da república Jair Bolsonaro sobrevoou as cidades atingidas pelo temporal. Em seguida, aterrissou em um estádio de futebol.

Ele reuniu militantes e apoiadores no local, foi quando Bolsonaro decidiu fazer uma carreata com cerca de 50 carros. No caminho, o presidente ficou em cima de uma caminhonete.

“Foi um ato político de campanha, fazendo carreata na cidade de Itamaraju e agredindo jornalistas. Infelizmente, vivemos várias tragédias seguidas no Brasil. A maior tragédia é a gestão do presidente. Bolsonaro não tem nenhum sentimento de humanidade, de empatia”, declarou Rui Costa, em entrevista ao Uol News.

Situação no sul da Bahia

Segundo as informações da Sudec (Superintendência de Proteção e Defesa Civil), o número de municípios atingidos e em situação de emergência subiu para 51 nesta segunda-feira (14).

O governo liberou cerca de R$ 5,8 milhões, após os gestores analisarem a situação do estado. Ainda nesta segunda (13), Rui Costa, disse que iniciará o planejamento para recuperação das cidades afetadas.