‘Agora a gente conversa todos os dias’, diz policial aposentado que reencontrou irmão após 70 anos

Investigação em MS agora continua para localizar os outros três irmãos, sendo dois homens e uma mulher
| 04/02/2022
- 04:00
‘Agora a gente conversa todos os dias’, diz policial aposentado que reencontrou irmão após 70 anos
Irmãos se reencontraram após mais de 70 anos. Foto: Polícia Civil/Divulgação

O bate papo agora não para. Todos os dias, o policial civil aposentado João Barbosa de Lima, de 94 anos, fala com o irmão. O reencontro ocorreu no início deste mês, quando ele saiu de Campo Grande e foi até a cidade de Corumbá visitar Laurentino Martins de Souza, de 83 anos. Conforme a investigação, há pelo menos 70 anos eles não se viam e agora a busca contínua pelos outros três irmãos, dois homens e uma mulher. 

“Eu comentei várias vezes que achava que ele tinha morrido. Mas, sabia que ele estava lá pelos lados de Coxim e, quando vi a investigadora na festa do sindicato, contei a história para ela. A ajuda da polícia foi demais e vou falar nisso sempre. A gente se abraçou e foi muita emoção. Agora a gente conversa todos os dias. Se eu não ligo, é ele quem me liga”, afirmou ao o aposentado. 

Na ocasião da festa de 30 anos do (Sindicato da Polícia Civil), João foi um dos homenageados. Além de muito atuante, ele foi um dos fundadores. Ao reencontrar os colegas e saber que a servidora era de Coxim, na região norte do estado, contou do antigo sonho para ela: reencontrar o irmão que não via há 70 anos e poderia estar morando naquela cidade. 

Durante a conversa, João comentou que chegou a pensar que “ele já tinha até morrido”. Foi aí que a investigadora pegou todos os dados do familiar e deu início a investigação. Foi feita uma pesquisa no sistema e ela descobriu que o irmão dele, identificado como Laurentino Martins de Souza, de 83 anos, estava residindo em Corumbá, a 444 km da capital sul-mato-grossense.

Conforme a investigação, a família vivia em Corguinho, mas os irmãos perderam contato quando o mais velho foi trabalhar em uma fazenda da região. Já o mais novo se mudou para Cuiabá, com outro irmão. 

Os policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) conseguiram encontrar Laurentino, que hoje vive em Corumbá. Assim, após contato telefônico entre os irmãos, foi promovido o reencontro na manhã da última terça-feira (1°).

Veja também

Ação da PM durante a retomada de terras em Amambai resultou em morte de indígena

Últimas notícias