[ BASTIDORES ] 60 anos

| 06/05/2022
- 06:00
[ BASTIDORES ] 60 anos

60 anos

No dia em que comemorou 60 anos de vida, o deputado estadual Pedro Kemp (PT) não deixou de ser "trollado" pelos colegas de parlamento.

"Fechado"

Capitão Contar (PRTB) disse que daria de presente uma camiseta com a foto do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) ao petista. “Na camiseta vai ter a frase: fechado com Bolsonaro”.

Fake fios

João Henrique Catan (PL) parabenizou o colega e disse que os cabelos dele podem ser fake. “Pedro Kemp combate muitas fake news, mas preciso comentar que ele deve ter fake fios. Pela idade, os cabelos já eram pra estar mais brancos”.

Homem samambaia

Com covid-19 e em home office, João Henrique Catan foi chamado de "homem samambaia" por Evander Vendramini (PP), devido à montagem feita por ele, para aparecer na sessão.

Prefeito predileto

Prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro (PSDB) esteve na Alems durante sessão remota. Presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB) disse que ele era o prefeito predileto da cidade.

Sem porteira

Na oportunidade, Guerreiro disse que o município não tem porteira. “Pode entrar sem pedir e a cidade também está liberada para receber emendas”.

Sem agenda

Falando em porteira… Enquanto as eleições de 2022 já seguem a todo vapor, mesmo fora do período eleitoral oficial, o que se sabe pelas lideranças de alguns partidos é que os pré-candidatos que disputarão a cadeira da presidência da República ainda seguem sem uma data para visitar o eleitorado de .

Na mira

Eventuais irregularidades em pagamentos realizados a alguns servidores da prefeitura de Camapuã entraram na mira do MPMS (Ministério Público Estadual). Ainda não se sabe quantos servidores foram 'agraciados' pelo executivo municipal, muito menos, o tamanho do rombo.

Shhhh

Em outro inquérito, de natureza sigilosa, a de Camapuã também acionou o MPMS acerca de supostas irregularidades. O Parquet já investiga o 'segredo' entre poderes.

No Cadin

O partido Republicanos de Mato Grosso do Sul é o mais novo devedor a figurar na lista do Cadin (Cadastro de Inadimplentes). Tudo por causa da não devolução de R$ 2.690,00 — ao Tesouro Nacional — a títulos de recursos de origem não identificada.

Aquela geral

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) vai dar uma geral nos auditórios do Fórum. A empresa Labor Indústria de Móveis para Escritório Eireli já venceu a licitação — do Grupo 01 — e por R$ 137 mil vai fornecer, montar e instalar os novos móveis no local.

Veja também

Quem não é visto... Eventos com participação de grande números de pessoas tem sido prato...

Últimas notícias