Secretário de Fazenda, Lauri Luiz Kener, foi exonerado do cargo, dois meses após assumir a pasta. No lugar dele, foi nomeado o advogado Luiz Renato Adler Ralho, segundo decretos publicados nesta quarta-feira (18).

Conforme as publicações assinadas pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), Kener voltou a ser secretário-adjunto e foi nomeado como assessor especial da .

Até então ocupando o cargo em comissão de assessor especial, Luiz Renato assume o cargo de secretário de Fazenda. Ele é advogado e comissionado na Secretaria pelo menos desde 2019.

Ralho é graduado em Ciências Jurídicas pela UCDB, especialista em Direito Tributário e Mestre em Direito pela Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba). Atualmente é membro do NDE do Curso de Direito e professor na graduação da Faculdade Estácio de Sá de , professor na Pós-Graduação da UCDB, Professor da da Magistratura de Mato Grosso do Sul, Consultor Jurídico do Sebrae/MS, Consultor Jurídico do Sindicato das empresas de Factoring de Mato Grosso do Sul, Consultor Jurídico do Sindicato da Indústria da de Mato Grosso do Sul e sócio do escritório jurídico Adler, Daros Advogados & Associados S/S.

Dança das cadeiras

Felipe Mattos foi secretário estadual de Fazenda por três anos, mas deixou a pasta em março para se dedicar à advocacia. Lauri assumiu o lugar dele.

Na época, especulações foram levantadas de que Mattos tentaria a vaga ao Quinto Constitucional, indicada pela OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul), para concorrer a desembargador do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), mas a informação foi negada por ele.