Bolsonaro terá Santa Casa de Campo Grande como hospital de apoio em agenda

| 29/06/2022
- 10:50
Bolsonaro terá Santa Casa de Campo Grande como hospital de apoio em agenda
Presidente Jair Bolsonaro durante visita a Terenos em 2021- Marcos Ermínio/Midiamax

A de Campo Grande será o ponto de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL) durante agenda pública nesta quinta-feira (30). A unidade hospitalar foi escolhida na tarde da última segunda-feira (27) para ser o ponto também para membros da comitiva que o acompanhará na cerimônia de entrega do Residencial Jardim Canguru às 10h30 e na motociata pela Avenida Afonso Pena.

A informação foi divulgada pelo hospital e confirmada pela assessora da Presidência para a área da saúde, Marlene de Oliveira. Antes da vistoria nas unidades, ela se reuniu com o presidente da Santa Casa, Heitor Rodrigues Freire, e ressaltou que é importante a medida após a campanha passada, quando Bolsonaro recebeu uma facada na rua.

“Infelizmente, não podemos nos esquecer do acontecimento em 2018, em que o presidente foi salvo por uma Santa Casa. E ser esse ponto de apoio para ele e sua comitiva é motivo de grande satisfação, por terem confiado em nossa equipe altamente técnica. Aqui, temos toda a estrutura indispensável para uma eventual necessidade, desde a mais simples, até a alta complexidade”, reforçou Heitor.

“Como aqui é referência, principalmente em traumas, eu não podia deixar de vir e conhecer o fluxo. Mas a gente sempre tem uma perspectiva muito boa quando se trata de Santa Casa e aqui não será diferente. Sabemos do respeito dispensado pelo presidente a estas instituições”, destacou a assessora da presidência.

presidencia - Bolsonaro terá Santa Casa de Campo Grande como hospital de apoio em agenda
Comitiva na Santa Casa (Assessoria)

Segundo o hospital, a técnica nas principais instalações da instituição foi comandada pelo superintendente da Gestão Médico-hospitalar, Luiz Alberto Kanamura, e pelo diretor de Estratégias e Negócios da Santa Casa, João Carlos Marchezan. Os setores percorridos pela assessora foram: Pronto-socorro do Sistema de Único de Saúde (SUS), Prontomed, Unidade de Terapia Intensiva e um apartamento, além de tomar conhecimento sobre o Serviço de Diagnóstico e Banco de Sangue.

E na última terça-feira, dia 28, parte da equipe do GSIPR (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República) visitou as instalações do hospital durante a tarde. A segurança das autoridades presidenciais é realizada por intermédio da SPR (Secretaria de Segurança Presidencial). E os membros foram recebidos pelo gerente de Apoio Administrativo, Sebastião Telles, e pelo coordenador da Segurança e Portaria, Fernando Paiva.

Veja também

Câmara aprovou projetos em urgência e em segunda votação

Últimas notícias