Política

Olarte abre espaço na prefeitura para ex-secretário da gestão Puccinelli

Ex-secretário estadual de saúde, Antônio Lastória, vai assumir cargo de direção na Sesau 

Ludyney Moura Publicado em 24/02/2015, às 20h54

None
antonio_lastoria.jpg

Ex-secretário estadual de saúde, Antônio Lastória, vai assumir cargo de direção na Sesau 

O ex-secretário estadual de saúde, Antônio Lastória, ganhou um cargo na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). Ele substituiu interinamente Beatriz Dobashi no comando da SES (Secretaria de Estado de Saúde), depois que escândalos sobre a suposta ‘máfia do câncer’ derrubaram uma das principais secretárias da gestão André Puccinelli (PMDB).

Lastória foi nomeado pelo prefeito Gilmar Olarte (PP) “para exercer o cargo em comissão de Diretor da Diretoria de Relações Institucionais em Saúde, símbolo DCA-3, na Secretaria Municipal de Saúde Pública”, com remuneração de R$ 3.189,03, valor que pode dobrar com a chamada ‘gratificação de representação’.

O ex-secretário ficou no comando da SES de junho de 2013 até dezembro de 2014, e substituiu Dobashi depois que ela pediu afastamento do posto, ao ser flagrada em escutas telefônicas autorizadas pela justiça durante a Operação Sangue Frio, da Polícia Federal, no início de 2013.

Outro que também teve sua nomeação publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta terça-feira (24), foi o jornalista Victor Barone, que vai assumir a superintendência de comunicação da prefeitura.

Sua nomeação passa a contar de ontem, 23 de fevereiro.  Com um salário de R$ 5.049,45, que também pode dobrar com a ‘gratificação de representação’, ele vai substituir Edson Godoy, novo adjunto da secretaria de desenvolvimento econômico. 

Jornal Midiamax