Além das assessoras Ana Rita Amarilia e Márcia Scherer, ligadas diretamente ao prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), o terceiro integrante da subcomissão técnica da licitação da publicidade, Antonio Marques de Almeida, também tem ligação com o prefeito. Ele foi escolhido do grupo que não tem vínculo com a administração municipal, mas foi funcionário municipal até agosto do ano passado, meses antes de abrir o processo de licitação.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), do dia 2 de agosto de 2013. Ele ocupava o cargo em comissão de Assessor-Técnico I, símbolo DCA-4, na Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais.

Apesar da exoneração ter sido assinada no dia 1º de agosto, o afastamento de Antonio Marques passou a valer desde o dia 8 de julho de 2013. Hoje ele é assessor do deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT).

Segundo Antonio Marques ele trabalhou apenas três meses na administração de Bernal quando recebeu proposta para assessorar Biffi. “Trabalhei lá só maio, junho e julho, daí recebi o convite do deputado”, afirmou o ex-funcionário da prefeitura.

O jornalista disse ainda que não sabia do processo de licitação da publicidade da prefietura na época que trabalhou na adminsitração municipal e recebeu o convite meses depois da sua saída. “Eu recebi o convite bem depois que eu sai. Não sei precisar a data, mas acho que foi em setembro ou outubro”, finalizou.

Processo

Antonio Marques foi escolhido como integrante não vinculado à administração municipal. O suplente será Priscila Lopes Vaz. Foi sorteado um número para cada nome da lista de 20 integrantes divididos em dois grupos um com vínculo e o outro sem vínculo com a prefeitura. Aqueles que tivessem o maior número seriam os escolhidos.

O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) no dia 7 de novembro do ano passado quando a prefeitura decidiu contratar nove agências e não apenas uma.

Atualizada às 12h43