O secretario municipal de educação, José Chadid (sem partido) declarou que há grandes chances de se filiar ao PP, mas que o assunto ainda não está definido. Ele espera uma possível vaga na câmara em 2014, já que foi candidato a vereador e ficou como suplente em Campo Grande pelo PSDB, com 1.938 votos. O prefeito Alcides Bernal (PP) fez questão de dizer que Chadid é um de seus preferidos.

Bem humorado, o secretário justificou que acabou expulso por ser ‘homem do Bernal’. “Minha expulsão é etapa vencida. Eles alegaram tudo, mas minha defesa está perfeita, porque além de psicólogo eu também sou advogado. Então tem brecha na lei eleitoral, mas eu fui perseguido, sofri processo disciplinar e primeira providência seria uma advertência. Agora já fui expulso por unanimidade. Hoje meu objetivo é outro. Sou homem do Bernal”, declarou.

Questionado se esse seria um sinal de sua filiação no PP, o secretário desconversou. “Vou aguardar a minha vaga na câmara, de suplente. Em 2014 muita gente vai sair candidato. Vamos esperar. O PP pode ser uma alternativa”, analisou.

O prefeito por sua vez fez questão de dizer que Chadid sofreu perseguição política e em nenhum momento titubeou com relação a qualidade de seu trabalho. Apesar disso, Bernal alertou que nenhum secretário é dono de secretaria. “Pode sair ou pode ficar. E no PP será bem vindo”, declarou o prefeito.