Túmulo foi violado e um crânio levado do das Três Barras em . Um vídeo foi gravado no local e mostra a sepultura violada. “Aqui é o jazigo de Valmiro Bento Martins, violaram o túmulo, tiraram o crânio. O estado de abandono é geral aqui. Comunicar a família para ajudar nós na manutenção do cemitério. Está muito feito, abandono, as almas agradecem, o abandono está geral, vamos fazer um pessoal”, diz a pessoa que gravou o vídeo.

Emiliano Maldonado, genro de Valmiro, diz que a família irá procurar a polícia nesta quarta-feira (17), para fazer um boletim de ocorrência. “Eu acho um absurdo um acontecimento desse tipo, a família está chocada e indignada com a situação, minha esposa está desolada”, diz Emiliano. Localizado na zona rural de Campo Grande, o cemitério fica a aproximadamente 25 quilômetros da região das Moreninhas. A informação é de que o terreno foi doado há anos, pelo então proprietário, para a criação do cemitério.

Emiliano conta que o sogro, Valmiro, era funcionário de serviços gerais da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Ainda de acordo com Emiliano, o sogro faleceu no dia 02 de agosto de 1993, ao cair de uma escada e bater a cabeça em um acidente doméstico. Chegou a ficar 11 meses em coma, porém veio a falecer. O caso provavelmente deverá ser registrado como violação de sepultura e vilipêndio de cadáver.