PM é levado para Corregedoria após ‘pente-fino’ no Presídio Militar em Campo Grande

Ele está preso preventivamente por homicídio
| 25/01/2022
- 17:11
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Arquivo, Midiamax)

Na segunda-feira (24), a (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) fez uma operação ‘pente-fino’ no Presídio Estadual Militar. Waldiner Borges da Conceição, de 33 anos, acabou detido em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Ele está preso por homicídio.

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, a ação foi uma revista nas celas do presídio. Foi encontrada uma munição calibre .38 na mochila do policial, que acabou encaminhado para a Corregedoria pela posse irregular.

Ele alegou que não sabia da munição na mochila e que está preso preventivamente por homicídio desde o dia 6 de janeiro. O PM foi preso em Dourados, acusado da morte de Douglas Souza Mendonça, de 29 anos.

Para garantia da ordem pública, o Carlos Alberto Garcete determinou a prisão preventiva do policial militar pela posse da munição em audiência de custódia, nesta terça-feira (25).

Homicídio

Douglas foi morto a tiro no dia 22 de dezembro, na frente de uma boate em Maracaju. O policial militar é acusado de fazer os disparos e permaneceu no local até a chegada das equipes da PM. Ele confessou o e disse que foi encurralado pela vítima.

O militar alegou que fez os disparos para se defender. Ele acabou preso preventivamente em 6 de janeiro e encaminhado ao presídio.

Veja também

Vítima estava sem cinto de segurança, segundo outros ocupantes do carro

Últimas notícias