Polícia

Segurança de mercado no Centro é atingido com golpes de faca por moradora de rua

Segurança de um mercado, localizado na Avenida Calógeras em Campo Grande, foi atacado com golpes de faca, socos e chutes por uma moradora de rua, na tarde deste domingo (27). As lesões teriam acontecido após o funcionário pedir que ela se retirasse do local por estar incomodando os clientes. Conforme boletim de ocorrência, a PM […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 27/12/2020, às 17h33 - Atualizado às 17h56

Avenida Calógeras, no Centro de Campo Grande. (Foto: Reprodução/GoogleMaps).
Avenida Calógeras, no Centro de Campo Grande. (Foto: Reprodução/GoogleMaps). - Avenida Calógeras, no Centro de Campo Grande. (Foto: Reprodução/GoogleMaps).

Segurança de um mercado, localizado na Avenida Calógeras em Campo Grande, foi atacado com golpes de faca, socos e chutes por uma moradora de rua, na tarde deste domingo (27). As lesões teriam acontecido após o funcionário pedir que ela se retirasse do local por estar incomodando os clientes.

Conforme boletim de ocorrência, a PM (Polícia Militar) foi informada que o funcionário de uma conveniência havia sido atingido por um golpe de faca por uma moradora de rua. Quando chegaram no local, os militares foram levados até a sala de prevenção do estabelecimento onde encontraram a autora do crime bastante nervosa e agitada.

O funcionário relatou que a mulher tinha entrado na conveniência para pedir alimentos aos clientes. A equipe de prevenção teria ido até a moradora de rua pedindo que ela saísse do local pois já teria recebido “ajuda suficiente” e estaria atrapalhando a entrada e saída de clientes, além de ameaçar todos.

Ao tentarem fazer com que ela se retirasse, a mulher, que parecia estar sob efeito de drogas, pegou uma faca de serra sem o cabo e golpeou um dos seguranças no dedo. Além da facada, a vítima ainda teria recebido socos e chutes.

Durante a abordagem, a suspeita caiu no chão e lesionou o joelho, cotovelo e ombro. A equipe policial precisou fazer o uso de algemas para encaminhar a mulher para a delegacia. Já na unidade policial, ela ainda ameaçou policiais e disse que voltaria para acabar com a vida dos envolvidos.

Jornal Midiamax