N.C.S., 39 anos, e J.S.B, 31 anos, foram presos no fim da tarde desta quinta-feira (18) quando retornavam para o Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, por levarem 115 gramas de maconha escondidas em quatro barras de sabão em pedra. A quantidade de entorpecente seria suficiente para produzir uma média de 150 cigarros de maconha.

Segundo o delegado João Reis, da Depac Piratininga, eles desceram do ônibus de retorno para o local, quando foram revistados pelos funcionários do Centro Penal que encontraram as drogas e logo chamaram a polícia. As barras de sabão estavam sendo levadas por J.S.B, que alegou não ter conhecimento de que dentro das barras de sabão havia droga e que N.C.J teria entregue o produto para que ele levasse.

Já N.C.J disse negou a informação. O delegado estima que a quantidade de droga encontrada era significativa. “É uma quantidade suficiente para uns 150 cigarros  de maconha, provavelmente seriam vendidos lá dentro, por isso eles foram autuados por tráfico de drogas”, disse.