O ex-jogador de basquete Schmidt concedeu entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!, e deu detalhes de seu tratamento contra um tumor no cérebro, diagnosticado em 2011.

Aos 64 anos, o atleta aposentado contou que decidiu não fazer mais as sessões de quimioterapia. “Parei esse ano, eu mesmo decidi parar”, afirmou.

Oscar alega ter recebido alta médica há alguns anos, disse que havia continuado com o tratamento por recomendação de profissionais. “Morria de medo de morrer. Fechar o olho e não acordar mais, para mim era um terror. E graças ao tumor, perdi esse medo”, relatou o irmão do apresentador Tadeu Schmidt.

“Não quero ser melhor o palestrante ou o melhor jogador. Quero ser um marido e um pai melhor”, declarou Oscar, dizendo que pretende se dedicar à família.