Cláudia Raia encontrou Guilherme de Pádua pouco depois do assassinato de Daniella Perez e viu arranhão 'em carne viva'

A atriz decidiu guardar para ela o que viu no corpo de Guilherme de Pádua
| 21/07/2022
- 12:24
daniella perez 2
Cláudia Raia e Daniella Perez em 1992, ano em que a atriz foi assassinada - (Fotos: Reprodução/TV Globo)

Em entrevista para o "Pacto Brutal", da , a atriz Cláudia Raia contou que estava na delegacia com Raul Gazolla, marido de Daniella Perez, quando as investigações sobre o assassinato de Dani começaram.

Na época, ela e Cláudia estavam ensaiando juntas para uma peça e Raia estranhou o não aparecimento de Dani em um dos ensaios. Raul Gazolla ligou para ela pedindo uma força após reconhecer o corpo da esposa e ao chegar no local, encontrou Guilherme de Pádua, o assassino de Daniella Perez.

Na mesma ocasião, Cláudia Raia viu um arranhão em carne viva no braço do ator, que fazia par romântico com Daniella na novela "De Corpo e Alma" quando tudo aconteceu.

"Ele ficou ali um tempo, chorando, dizendo: 'Meu Deus, que loucura isso'. Parecia bastante emocionado, muito indignado com tudo", relembra. "Me abraçou também, nem me conhecia. E eu não sei por que olhei o braço do Guilherme. Tinha, na parte do antebraço, arranhão de unha de mulher. Me chamou a atenção aquilo. Guardei pra mim. Era recente. Estava meio em carne viva, meio sangrandinho", detalhou a atriz e bailarina.

A série documental Pacto Brutal estreia na HBO Max nesta quinta-feira (21), somente para assinantes.

Veja também

Propriedade tem 6 quartos, 10 banheiros, piscina, cinema, academia e garagem para dois carros

Últimas notícias