“Quente”: é dessa forma que a população sul-mato-grossense define o , transmitido ao vivo em diversas emissoras de e nas plataformas digitais. Marcado por comentários ácidos e até por uma briga de apoiadores, o Debate virou queridinho da web.

Nas redes sociais, internautas eleitores sul-mato-grossenses comentam o desempenho dos candidatos ao e repercutem os melhores momentos da noite.

“Esse debate do Midiamax está muito melhor. Tá muito mais quente”, “Gente, e o debate para Governador do Midiamax”, “O debate do Midiamax KKKKKKKKKKKKKKKKKKK A PLATEIA”, publicaram alguns internautas.

“Tá tendo uma treta aqui no Midiamax”, “Debate do Midiamax, pesquisa e p1, e eu fazendo tudo isso ao mesmo tempo”, foram algumas das manifestações demonstrando o interesse contínuo em acompanhar a argumentação dos candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul.

Entre os momentos de maior repercussão, destaque para a confusão na plateia, que resultou em quatro apoiadores expulsos (confira detalhes da briga clicando aqui) e o momento em que André Puccinelli, do MDB, disse que “caruncho também é proteína”, quando Magno de Souza, do PCO, disse que ele entregava arroz com caruncho para merenda escolar.

Confira as publicações:

https://twitter.com/eiRikelmy/status/1572029820275392513
https://twitter.com/RENATOPMMS/status/1572028683241787392
https://twitter.com/vandersonjara/status/1572024531014893569

Queridinho da web

Em pouco mais de uma hora no ar, o Debate Midiamax explodiu nas redes sociais. Mais de 8 mil pessoas acomapanharam ininterruptamente a transmissão ao vivo no Facebook, enquanto no YouTube, mais de 11 mil internautas chegaram a assistir e comentar a live até então.

O pico se deu logo após a confusão na platéia, que terminou com quatro apoiadores expulsos, mas as transmissões online mantiveram público fiel a todo momento.

O Debate Midiamax é a oportunidade para que os eleitores de Mato Grosso do Sul conheçam os argumentos de defesa e melhorias propostas pelos candidatos ao Governo, e também o momento oportuno para os apoiadores manifestarem suas expectativas e decidirem em qual político votar.

Até então, o candidato que mais repercutiu nas redes foi Magno de Souza, do PCO. Seu estilo despojado – com bandeira comunista colada na camiseta listrada e um colar indígena – chamou a atenção de quem acompanha o debate pela web.

Já o momento de maior repercussão foi a “treta” no auditório, durante uma pergunta de Eduardo Riedel (PSDB) para Marquinhos Trad (PSD). Apoiadores fervorosos entraram em conflito e quatro acabaram expulsos, sendo três apoiadores de Riedel e um de Trad.

Assista:

Debate Midiamax

Debate Midiamax entre os 8 candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul começou às 20 horas desta segunda-feira (19).

Você também pode assistir ao debate pela TV aberta. O debate é transmitido pelas emissoras TVE e Imaculada Conceição, e rádios para as 79 cidades de Mato Grosso do Sul.

Os oito candidatos ao Governo do Estado Adônis Marcos (Psol), André Puccinelli (MDB), Capitão Contar (PRTB), Eduardo Riedel (PSDB), Giselle Marques (PT), Magno de Souza (PCO), Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (União) participam do debate.

A TVE (Canal 4.1 em Campo Grande, 13.1 em Dourados e Região e Canal 15 da NET) vai retransmitir o sinal. Ou seja, a partir das 20h do dia 19 de setembro será possível assistir ao debate na íntegra nesses canais.

Além disso, o debate será transmitido na TV Imaculada Conceição (Canal 15.1 UHF e 521 da NET em Campo Grande), na Rádio Difusora Pantanal (101.9 FM) e também poderá ser acompanhado em tempo real por eleitores dos 79 municípios sul-mato-grossenses, em diversas outras emissoras do Estado que vão transmitir o evento.

Debate Midiamax é transmitido em tempo real para os 79 municípios do Estado pela TV UOLhome do Jornal MidiamaxFacebookYouTube, TVE, TV Imaculada Conceição, Rádio Difusora Pantanal e Rádio Independente 90,9 FM, além de um pool de rádios do interior de Mato Grosso do Sul.

O mediador do Debate Midiamax será o jornalista André Luiz AzevedoJornalista premiado, atuou por quase 40 anos na Rede Globo, onde cobriu a morte de Tim Lopes, a rebelião no Presídio Bangu 1 e foi correspondente internacional.

As regras e temas do debate foram definidos durante reunião com representantes dos candidatos. O debate acontecerá em cinco blocos, seguindo um modelo aprovado pelos candidatos.