O Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, lançou nesta sexta-feira (29) a sexta edição da revista Cultura em MS. Criada em 2008, a publicação visa a difusão dos projetos e ações da área e lança reflexões sobre temáticas relevantes em nossa identidade multicultural.

A matéria de capa desta edição é voltada às culturas indígenas, temática essencial na formação identitária do estado. Para tanto, a equipe de jornalistas pesquisou amplamente colhendo depoimento de indígenas e estudiosos da área.

São 80 páginas que tratam de variados assuntos: ações de promoção e registro da cultura, artigo sobre gestão municipal, sugestões culturais, perfil do maestro Vitor Marques Diniz e de artistas da terra que estão em plena produção, além de matérias sobre moda, comportamento e mercado; a arte de contar histórias; o centenário de três acontecimentos que marcaram a história regional; danças étnicas que caracterizam o estado; e iniciativas de valorização da cultura.

Há ainda uma entrevista com o casal de historiadores Valmir Corrêa e Lúcia Salsa, que desenvolveram forte ligação com a cultura e a história regionais, além de receitas de pratos típicos pelo chef Paulo Machado.

A publicação tem formato magazine e preza, além da qualidade das informações, pelo conceito visual, explorando imagens de forma a contextualizar o leitor ao tema proposto em cada sessão.

“A revista fortalece as múltiplas vertentes culturais e serve de referência para debates e reflexões acerca da identidade sul-mato-grossense. Iremos distribuir 2 mil exemplares, além de disponibilizar que o arquivo possa ser baixado na página da Fundação de Cultura de forma gratuita, democratizando ainda mais o acesso a um produto que realça as nuances da cultura sul-mato-grossense”, analisa Américo Calheiros, presidente da Fundação de Cultura.

Dos 2 mil exemplares que serão distribuídos gratuitamente, uma pequena parte foi distribuída durante a solenidade e a maior parcela será dirigida a instituições culturais e educacionais. A versão digital, em formato PDF, a partir do lançamento, estará disponível no site www.fundacaodecultura.ms.gov.br.