Uma rixa antiga teria sido a causa da morte do menino Matheus Garcia Cabral, 11 anos, vítima de uma bala perdida no bairro Parque do Sol, em Campo Grande. De acordo com o delegado Jairo Carlos Mendes, da 5ª DP, o tiro teria sido disparado em um acerto de contas entre dois homens que já foram identificados pela Polícia Civil.

Os três envolvidos foram identificados como Jefferson Osmar Teixeira Ramão, 25 anos, Anderson Patrício de Oliveira, 27 anos, foragido da Colônia Penal Agrícola e Valmor Martins Cabreira, 27 anos. Conforme Mendes, há tempos atrás, Ramão teria batido na filha de Oliveira, uma criança de nove anos.  Para se vingar, Oliveira teria agredido e colocado uma arma na boca de Ramão.

Conforme a Polícia Civil, na última segunda-feira (23), Ramão teria saído de carro com Cabreira, que seria o dono da arma. Eles ficaram esperando Oliveira descer de um veículo, momento em que Ramão saiu do carro e tentou atirar em Oliveira, mas acabou acertando no menino Matheus.

Ramão já tem registro de ocorrência de porte ilegal de armas e teve a prisão preventiva decretada por homicídio doloso. O delegado diz acreditar que ele já estaria fora de Campo Grande.

O delegado e pede a colaboração da população para tentar localizar os suspeitos. Denúncias podem ser feitas pelos telefones 3323-6700 e 3323- 6710. “Estamos trabalhando direto para encontrar os três o mais rápido possível”, afirmou Mendes.