A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) aprovou nesta quinta-feira (4) convite para que o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, esclareça denúncia da revista IstoÉ de liberação de R$ 78 milhões para obras com indícios de irregularidades graves apontados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). 
Essas obras em geral entram para o Anexo 6 do Orçamento da União e ficam impedidas de receber verbas federais até que as eventuais irregularidades sejam sanadas.
Inicialmente, o requerimento do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) previa a convocação, substituída por “convite” atendendo a sugestão do senador Walter Pinheiro (PT-BA). A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) destacou que o requerimento estava sendo aprovado por unanimidade, pelo “interesse do governo em esclarecer todos os fatos”.
O senador Cyro Miranda (PSDB-GO) saudou o que considerou “nova postura do governo”, já que, no ano passado, segundo ele, os governistas não pretendiam esclarecer nada.
A presidente da CI, senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), disse que a data da audiência dependerá de entendimento com o ministro, mas antecipou que provavelmente será na próxima quinta-feira (11).