Anatel apura falha na telefonia de Corguinho e Rochedo

Esses municípios ficaram sem telefone fixo e internet, a Oi reestabeleceu sistema no fim da tarde de ontem e a Agência Nacional apura o problema que teria sido resultado de descarga elétrica causada por relâmpagos
| 05/03/2010
- 22:45
Anatel apura falha na telefonia de Corguinho e Rochedo

Esses municípios ficaram sem telefone fixo e internet, a Oi reestabeleceu sistema no fim da tarde de ontem e a Agência Nacional apura o problema que teria sido resultado de descarga elétrica causada por relâmpagos

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) vai investigar a empresa Oi pela falta de telefonia fixa e internet durante dois dias nas cidades de Corguinho e Rochedo, onde moram oito mil pessoas em Mato Grosso do Sul.

Em contato com a reportagem, comerciantes disseram que ontem por volta das 17 horas o serviço foi restabelecido e o problema afetou muito as pessoas que precisavam pagar contas nos bancos e se depararam com a falta de internet. Outro ponto, foi a dificuldade de reclamar nos telefones 10314 sobre o problema e não ter informações a respeito do que estava acontecendo.

Para a Anatel a informação repassada pela empresa Oi foi de que uma descarga elétrica [relâmpagos] teria afetado o sistema. A Agência informou que vai apurar o problema e somente depois do esclarecimento poderá aplicar sanções se forem necessárias.

O serviço foi parcialmente normalizado e segundo a Anatel, sem capacidade de tráfego e com possibilidades de congestionamentos, ou seja, as ligações poderão emitir sinais de ocupado.

Segundo a Anatel, 305 clientes foram atingidos, em Corguinho e 227 clientes na cidade de Rochedo.

Ao Procon a empresa teria garantido descontar da conta dos clientes as horas sem atendimento. Para o Midiamax, a Oi informou ontem que o problema técnico atingiu o equipamento de rádio e todos os esforços estavam sendo feitos para solucioná-lo.

Os fiscais da Anatel farão procedimento para apuração da situação de descumprimento do fornecimento de serviço.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias